(Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Toda vez que o Facebook muda algum detalhe em seu termo de serviços, acontece a mesma história. Diversas pessoas começam a inundar suas timelines (e a de seus amigos) com mensagens que supostamente proíbem os administradores de usarem qualquer uma de suas informações pessoais — caso você seja um dos que acreditou na utilidade dessa atitude, saiba que acaba de ser enganado.

Entre as mensagens do tipo que mais ganharam espaço no serviço está uma totalmente em inglês, a qual diz que os administradores estão “estritamente proibidos de copiar, distribuir, disseminar ou realizar qualquer ação baseada neste perfil ou em seus conteúdos”. O texto começou a circular no começo do ano passado, logo após o Facebook anunciar a abertura de seu capital.

O que muitas pessoas não percebem é que, simplesmente ao utilizar a rede social, elas já estão concordando com os termos do serviço. Atualmente, o site de Mark Zuckerberg coleta dados de seus usuários para passar publicidade de maneira direcionada, entre outras ações. Assim como diversos outros conteúdos falsos divulgados através do serviço, mensagens desse tipo não possuem qualquer espécie de conteúdo jurídico em nenhum país do mundo.

Cupons de desconto TecMundo: