(Fonte da imagem: Reprodução/Digital Trends)

O Facebook vai lançar um novo recurso em breve que permitirá às empresas direcionarem seus anúncios para os clientes com base em informações de contato dos usuários. Dessa forma, os participantes da rede poderão ser segmentados com base na ID, email e número de telefone.

De acordo com o site de notícias InsideFacebook, a poderosa ferramenta já está em fase final de testes. Alguns usuários conseguiram visualizar temporariamente o novo sistema de anúncios dentro da ferramenta “Power Editor”, usada para criar, editar e gerenciar campanhas e anúncios na rede social.

O recurso também foi confirmado por um porta-voz do Facebook ao site de notícias TechCrunch. Ele também explicou como funcionará o novo sistema.

Anúncios focados

A empresa deverá inserir um arquivo (em CSV ou TXT) com uma lista de clientes, contendo informações como endereço de email, número de telefone e ID de usuário do Facebook.  Os dados serão “hashados” (uma espécie de criptografia) para que o próprio Facebook não tenha acesso a essas informações.

Os dados dos usuários do Facebook também serão “hashados”, e então a empresa poderá comparar os dois conjuntos de dados. A partir daí, a companhia poderá formar uma lista de usuários de Facebook cujas informações de contato combinem com sua lista.

Depois disso, será possível segmentar seus anúncios exclusivamente para esse grupo. Ainda assim será possível dividir novamente o grupo em faixa etária, sexo, entre outros padrões.

Outras formas de utilizar o sistema: os clientes fiéis de uma determinada empresa que ainda não "curtem" sua página no Facebook vão poder receber um anúncio pedindo para que tornem-se fãs da página; os anunciantes também vão poder oferecer promoções – uma oficina de automóveis poderá anunciar aos seus clientes uma promoção na qual eles receberão uma troca de óleo gratuita caso se tornem fãs da página, por exemplo.

Segmentação que dá resultado

Segundo o Facebook, essa é apenas uma nova segmentação oferecida aos anunciantes. As empresas não terão acesso a todos os dados adicionais do usuário, de acordo com a rede social.

O porta-voz da companhia afirmou ainda que o recurso está sendo testado privadamente e que uma empresa de serviços financeiros foi capaz de dobrar sua base de fãs em duas semanas, por um “custo-por-fã” baixo.

A partir da semana que vem, o novo recurso de segmentação já estará disponível para alguns anunciantes. 

Fonte: InsideFacebook, TechCrunch

Cupons de desconto TecMundo: