(Fonte da imagem: iStock)

Uma pesquisa realizada no Reino Unido descobriu que o Facebook esteve envolvido em pelo menos um terço dos divórcios. O número, divulgado pela consultoria Divorce Online, também é alto nos Estados Unidos, onde a rede social cada vez mais tem sido usada como evidência para sustentar quebras de matrimônio.

De acordo com o site Smart Money, 60% dos pedidos de divórcio que envolvem provas digitais como emails ou mensagens de texto envolvem apenas atos realizados no Facebook. A ideia é que a aproximação entre as pessoas – incluindo possíveis interesses amorosos ou velhos casos – foi facilitada pela rede social, o que também aumentou as chances de adultério.

Segundo advogados ouvidos pelo Smart Money, a atividade em qualquer site de relacionamentos pode ser utilizada como prova em processos judiciais e existem até mesmo casos em que o juiz determinou a entrega de senhas de acesso para coleta de evidências. Esse tipo de material já foi usado, por exemplo, para determinar a custódia de filhos ou o valor de pensões alimentícias.

Fonte: Info

Cupons de desconto TecMundo: