A teoria chamada Seis Graus de Separação afirma que duas pessoas quaisquer precisam de no máximo seis laços de amizade para estarem ligadas. Um estudo realizado pelo Facebook e a Universidade de Milão, na Itália, publicado ontem (21 de novembro), revelou que essa quantidade de laços pode ser ainda menor do que a indicada pela famosa teoria.

De acordo com o informativo, os cientistas sociais utilizaram o enorme banco de dados da rede social de Mark Zuckerberg. O levantamento foi baseado nos 721 milhões de usuário ativos do serviço de comunicação e as 69 bilhões de amizades estabelecidas entre eles. O resultado do cruzamento dos contatos apontou que a média de “graus” caiu para 4,74 – valor menor do que os 5,28 alcançados há três anos.

De forma irônica, a publicação explicita que se considerarmos até mesmo um usuário do Facebook que more na tundra da Sibéria ou na floresta tropical do Peru, um amigo de um amigo seu provavelmente conheça alguém que tenha um amigo em comum com esse morador distante. Para conferir mais detalhes do estudo, clique aqui para acessar a publicação (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: