Trata-se de um aumento de 4,9% na quantidade de mulheres e de 5,6% entre as autoidentificadas minorias raciais

Com data marcada para acontecer nos dias 18 e 19 de abril, a conferência de desenvolvedores do Facebook – a F8 – vai apresentar uma diversidade nunca vista antes em outras edições do evento. Em um relatório demográfico apresentado com exclusividade para o TechCrunch, podemos ver que quase 29% dos participantes se identificaram como mulheres e mais de 19% como minorias.

Pode parecer (e realmente é) um número muito pequeno quando levamos em conta as proporções étnicas e de gênero no mundo, mas ainda assim trata-se de um aumento de 4,9% na quantidade de mulheres e de 5,6% entre as autoidentificadas minorias raciais. Esses números são registrados pelo Facebook desde a edição de 2015 do F8 para mostrar o aumento gradual da diversidade entre os frequentadores de eventos desse tipo, geralmente homens e brancos.

Funcionários do Facebook: diversidade que aumenta

Objetivo longe de ser atingido

Quanto trata-se de pessoas do sexo feminino, o quadro de funcionários do Facebook é um pouco mais diverso do que a conferência de desenvolvedores: exatamente um terço, ou 33%, dos colaboradores da empresa são mulheres. Já em termos de diversidade racial, a companhia deixa mais a desejar do que o F8 – apenas 10% é composto por minoriais (não brancos).

Esse é o segundo ano consecutivo que o Facebook realiza doações focadas no sustento de bolsas para representantes de minorias

Esse é o segundo ano consecutivo que o Facebook realiza doações (chegando ao valor de US$ 250 mil, ou R$ 775 mil) focadas no sustento de bolsas para representantes de minorias no universo da tecnologia, além de outros valores, esporadicamente, de origens diversas, na tentativa de aumentar cada vez mais a diversidade nessa área ainda tão limitada a homens brancos.

Cupons de desconto TecMundo: