Um vídeo informativo de uma agência sueca sobre câncer de mama foi censurado nesta semana pelo Facebook por conter uma animação genérica de mulheres fazendo autoexame em seus seios. O material claramente não tem qualquer conotação pornográfica, mas o algoritmo da rede social impediu a mensagem de ser passada adiante mesmo assim. Um porta-voz da empresa mais tarde se desculpou sobre o fato.

O material claramente não tem qualquer conotação pornográfica

“Nós sentimos muito mesmo. Nossa equipe processa milhões de anúncios a cada semana, e, em alguns casos, nós bloqueamos alguns anúncios incorretamente. Essa imagem não viola nossas políticas. Nós pedimos desculpas pelo erro e já comunicamos à agência que estamos aprovando o material”, disse o porta-voz à BBC.

Os produtores publicaram uma carta aberta ao Facebook explicando que eles próprios tinham resolvido a situação para evitar que o algoritmo bloqueasse novamente seu anúncio. Eles alteraram as imagens na animação e substituíram o círculo rosado nos seios das personagens por quadrados. Veja o vídeo original:

Um dos nossos maiores objetivos é disseminar informação importante sobre o câncer

Parte da carta dizia o seguinte: “Nós entendemos que vocês precisam ter regras para o conteúdo publicado na plataforma. Mas vocês precisam entender que um dos nossos maiores objetivos é disseminar informação importante sobre o câncer. Nesse caso, o câncer de mama”, informava o texto.

Essa não é a primeira vez que o Facebook erroneamente bloqueia conteúdo inofensivo em sua plataforma e enfrenta acusações de censura. Há pouco tempo, a rede social também bloqueou uma foto famosa e premiada feita durante a guerra do Vietnã, em que várias crianças aparecem correndo de um ataque aéreo, sendo uma delas uma garotinha de nove anos sem roupas.

Cupons de desconto TecMundo: