Apesar de estudos científicos de todo o mundo confirmarem a existência do aquecimento global, ainda há algumas pessoas que negam esse fato. Para esse grupo, esta notícia pode servir como mais uma forma de convencimento de que o perigo é real e está presente em nossa realidade.

Nesta semana, o The Guardian entrevistou alguns especialistas e relatou algo que poucos CEOs gostariam de ouvir: várias empresas da Califórnia devem ter suas sedes inundadas nas próximas décadas. Por causa do aquecimento global, o nível do mar está subindo rapidamente na costa do local e isso pode fazer com que as empresas alocadas na proximidade sejam afetadas.

Reprodução / The Guardian

Entre as principais atingidas hoje estariam Cisco, Google, Facebook (em sua nova sede, com cerca de 40 mil metros quadrados), Salesforce, Airbnb e também o Aeroporto Internacional de São Francisco. Todos estariam construídos no nível do mar, sendo essa a principal causa da vulnerabilidade.

As estimativas não são nada animadoras para os investidores imobiliários. Há relatos de que até US$ 100 bilhões em imóveis estejam comprometidos por causa do avanço do mar na costa da Califórnia. Isso deve se prolongar até o final do século para que a região seja totalmente afundada, mas a água já deve chegar às companhias nas próximas décadas.

Entre as principais atingidas hoje estariam Cisco, Google, Facebook, Salesforce e Airbnb

Ainda não se sabe se o Facebook e outras empresas pretendem se mudar dali, mas já foram mencionadas algumas tecnologias que podem ajudar as sedes a se protegerem — sendo citadas até mesmo adaptações modernizadas do que vemos nos diques da Holanda. Mesmo assim, ruas e bairros inteiros permanecem ameaçados.

O Facebook errou ao construir sua sede no nível do mar? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: