Caso você ainda não saiba, o louva-a-deus é o único invertebrado que tem percepção tridimensional em sua visão – e foi esse fato que chamou a atenção de um grupo de pesquisadores da Universidade de Newcastle.

Embora a descoberta tenha sido feita na década de 80, através do uso de oclusores e prismas, os dados eram escassos. Por isso, os cientistas decidiram obter mais informações utilizando novas tecnologias disponíveis – incluindo uma espécie de óculos 3D para os insetos.

Os testes foram conduzidos em um cinema em miniatura com imagens tridimensionais que funcionariam como estímulo para que os louva-a-deus se movimentassem, o que, de fato, aconteceu – mas em situações específicas. O modelo atual de óculos 3D, que utiliza polarização circular para separar as imagens, não funcionou, já que, segundo os cientistas, ele não fazia a separação de forma apropriada pela distância do inseto em relação à tela.

O jeito foi apelar para a versão antiga com uma adaptação, trocando a combinação de lentes azul e vermelha por verde e azul, que foi colocada com o auxílio de cera de abelha. Os bichinhos se movimentaram quando uma imagem 3D aparecia, mas permaneciam parados quando uma figura em duas dimensões era mostrada. Isso serviu para provar que eles realmente têm percepção de profundidade em sua visão.

O teste mostrou também que os louva-a-deus podem ser estimulados por imagens digitais que simulam as três dimensões. O grupo de pesquisadores acredita que todos os resultados podem ajudar na criação de novos algoritmos de percepção de profundidade em experiências 3D em computadores.

Cupons de desconto TecMundo: