Nem sempre os video games foram cheios de jogadoras, mas, de acordo com as últimas pesquisas, as mulheres estão cada vez mais presentes entre o público gamer. No entanto, proibir a inscrição delas em um torneio de jogos eletrônicos parece contrariar esta tendência, e foi o que causou uma intensa polêmica esta semana com a classificatória finlandesa da International eSports Federation (IeSF), impossibilitando que as competidoras pudessem disputar campeonatos em títulos como Hearthstone: Heroes of Warcraft.

Toda a situação causou reclamações intensas da comunidade no Reddit, que viu a separação entre campeonatos masculinos e femininos da IeSF como absurda. A lista oficial de torneios previa a entrada do público feminino em alguns jogos – embora a divisão estivesse um pouco estranha. Enquanto as mulheres teriam competições de StarCraft 2 e Tekken Tag Tournament 2, os homens poderiam participar de campeonatos de DotA 2, StarCraft 2, Hearthstone e Ultra Street Fighter IV.

Segundo o organizador do evento, Markus "Olodyn" Koskivirta, a divisão foi feita com base nas regras oficiais da IeSF e visavam evitar problemas como “uma competidora eliminando um jogador nas etapas eliminatórias, entre outros conflitos possíveis”. Uma declaração posterior ainda reforçou que a separação buscava "promover os eSports como esportes legítimos com as autoridades internacionais", além de promover a presença de jogadoras nas competições dominadas pelo público masculino.

A controversa declaração alavancou mais reclamações dos fãs de games competitivos ao ponto da Blizzard interferir no assunto. O estúdio, responsável pelo jogo de cartas que seria disputado no evento, entrou em contato com a organização para que a competição fosse aberta para todos os jogadores.

“Um de nossos objetivos com os eSports é de certificar que há uma comunidade inclusiva e vibrante em torno de nossos jogos”, comentou a empresa em comunicado oficial para o Polygon. “Nós não permitiremos a utilização de nossos títulos em torneios que não estejam de acordo com isso, e trabalhamos com nossos parceiros para ter a certeza que eles compartilhem este mesmo objetivo conosco.”

Decisão revogada

Depois de uma sequência de críticas, a IeSF voltou atrás e abriu a entrada dos torneios masculinos para todos os gêneros, além de manter as competições exclusivas para o público feminino. Dessa forma, o torneio contará com as seguintes modalidades:

  • DotA 2 (aberto para equipes masculinas, femininas ou mistas)
  • StarCraft 2: Heart os the Swarm (campeonato aberto e outro feminino em paralelo)
  • Ultra Street Fighter IV (aberto para todos)
  • Hearthstone: Heroes of Warcraft (aberto para todos)
  • Tekken Tag Tournament 2 (campeonato aberto e outro feminino em paralelo)

A classificatória prevê vagas para as finais mundiais da IeSF, realizadas geralmente na Coréia do Sul. A organização, criada em 2009 para promover o eSport como um esporte oficial, já realiza desde 2009 competições entre atletas do mundo todo, passando por títulos como Warcraft III: The Frozen Throne, League of Legends e FIFA.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: