(Fonte da imagem: Reprodução/Popular Science)
A grande maioria dos ambientes públicos possui como característica marcante os ruídos. Diversas pessoas (e, consequentemente, tons de vozes), música alta e barulhos de copos e garrafas nas mesas são detalhes que já fazem parte da “rotina sonora” de muitos estabelecimentos. 

No entanto, alguns bares e restaurantes estão procurando meios de eliminar alguns ruídos — facilitando até mesmo o bate-papo entre os clientes (sem que estes cheguem ao nível de ter que elevar muito a voz para poder se comunicar, independente da quantidade de pessoas que estejam no ambiente), além de dar mais “espaço” para a música que está tocando no recinto.

Um bom exemplo é o método utilizado por John Paluska, proprietário de um restaurante mexicano denominado Comal, localizado na Califórnia. O dono do estabelecimento quis encontrar alguma solução para uma das reclamações mais comuns dos clientes — o barulho —, mesmo quando a casa estivesse cheia. A solução foi um sistema criado em parceria com um laboratório americano especialista em áudio, que transformou o restaurante em duas zonas com acústicas ajustáveis.

Como funciona?

Com o sistema, Paluska pode modificar separadamente a quantidade de ruídos do bar e da área de jantar de acordo com o número de pessoas que estão em cada um desses locais — ele ainda pode escolher entre deixar os ambientes sonoramente mais relaxantes ou “estimulantes”.

A Meyer Sound Laboratories, empresa responsável pela criação do sistema, analisou, em um primeiro momento, quesitos como o tamanho das salas do restaurante de Paluska, a absorção sonora e os caminhos do som. Depois, foram colocados em locais estratégicos sistemas de “amortecimento” sonoro para criar ambientes acusticamente “secos”.

Para completar o sistema de eliminação de ruídos, foi instalado um processador digital que alonga os sons e minimiza aqueles mais agudos — como garfos batendo nos pratos. Além disso, para que tudo funcione corretamente, 28 microfones capturam amostras do som ambiente da sala.

O sistema será comercializado pela Meyer Sound por valores que variam de 10 a 100 mil dólares. Você acha que, para bares e restaurantes, valeria a pena tal investimento? 

Fonte: Popular Science (edição americana, outubro de 2012)

Cupons de desconto TecMundo: