Brasileiros caem para segundo lugar no ranking mundial de Counter-Strike

1 min de leitura
Imagem de: Brasileiros caem para segundo lugar no ranking mundial de Counter-Strike
Avatar do autor

Depois de alguns meses sem títulos de peso, a equipe brasileira da SK Gaming caiu para a segunda colocação no ranking mundial de Counter-Strike: Global Offensive. A posição foi ocupada agora pelos poloneses da Virtus.Pro, que recentemente venceram a DreamHack Open Bucharest 2016 e a primeira temporada da ELEAGUE, que passa ao vivo na televisão a cabo dos Estados Unidos.

Calculado pelo HLTV, o mais antigo e prestigiado site do game, o ranking leva em conta os resultados recentes de cada uma das equipes internacionais de Counter-Strike. Nos últimos meses, os poloneses estiveram em mais eventos que os brasileiros, conquistando inclusive o segundo lugar na ESL One New York 2016 no início de outubro.

Em compensação, a SK Gaming não teve a mesma oportunidade de participação que a Virtus.Pro. Os brasileiros liderados por Gabriel “FalleN” Toledo conquistaram a primeira colocação em quatro eventos no primeiro semestre, mas desde então só participaram da ESL One New York, terminando na terceira colocação.

Infelizmente, o time acabou desclassificado da primeira temporada da ELEAGUE por trocarem de organização no meio da temporada (anteriormente representavam a Luminosity Gaming). Na época, a SK Gaming estava na primeira colocação da liga regular. O ranking atual de outubro do HLTV está disponível da seguinte forma:

Outro time brasileiro também está entre os 15 melhores do mundo. A Immortals, liderada por Wilton "zews" Prado, subiu no ranking e está atualmente posicionada da décima segunda posição.

Nas próximas semanas, duas competições podem remexer com a tabela. A primeira delas será a EPICENTER 2016, realizada entre os dias 17 a 23 de outubro em Moscou, na Rússia, com a presença da SK Gaming e mais sete times profissionais internacionais.

A segunda competição de peso para esse mês é muito aguardada pelos fãs nacionais do game. As finais da quarta temporada da ESL Pro League acontecem no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, e as duas equipes brasileiras estão classificadas para o evento. O torneio, inclusive, terá uma premiação de US$ 750 mil, o equivalente a aproximadamente R$ 2,4 milhões em uma conversão atual.

Especial eSports: Entenda tudo sobre o mundo dos video games competitivos na matéria completa do TecMundo Games!

Via TecMundo Games.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Brasileiros caem para segundo lugar no ranking mundial de Counter-Strike