Após meses de especulação, o Ultimate Fighting Championship (UFC) deve anunciar que a organização foi vendida por US$ 4 bilhões (R$ 13 bilhões) para um grupo liderado pela agência de talentos WME-IMG. Entre os envolvidos na negociação também está a MSD Capital, firma de investimento criada por Michael Dell, mais conhecido do público por sua empresa de computadores.

O investimento faz sentido quando levamos em consideração as cifras cada vez maiores movimentadas pelo UFC. O UFC 200, ocorrido no último sábado, arrecadou mais de R$ 5 milhões somente em vendas pay-per-view. Além disso, talentos como Ronda Rousey e Conor McGregor conseguem gerar vendas superiores a um milhão de pacotes pagos.

Firma de investimentos criada por Dell faz parte das negociações

Fundado em 1993 por Art Davie e Rorion Gracie, o UFC foi vendido em 1995 para o Semaphore Entertainment Group (SEF). Em crise financeira, o SEG passou em 2001 o negócio para os irmãos Fertitta, donos de um cassino que investiram US$ 2 milhões na marca que atualmente é avaliada em US$ bilhões — o presidente Dana White, uma das figuras mais públicas do UFC, detém somente 1% das ações.

Cupons de desconto TecMundo: