Edward Snowden, o homem que acabou com a maior parte dos segredos de espionagem global da NSA, poderá ficar por mais três anos na Rússia em regime de asilo político. A princípio, ele ganhou abrigo no país por apenas um ano e, com o fim desse prazo no início de agosto de 2014, seu advogado estava negociando mais tempo de abrigo com o governo russo.

A notícia de que Snowden poderia ficar por mais três anos na Rússia foi dada hoje cedo por Analtoly Kucherena, seu advogado no país, mas não se falou em estadia permanente para ele.

Antes da Rússia, Snowden pediu asilo político para vários países, inclusive para o Brasil e para outros da região, e até foi aceito por autoridades latino-americanas em alguns casos. Ainda assim, ele não pôde sair da Rússia, que logo em seguida deu asilo temporário para ele. Agora, com mais três anos por lá, Snowden poderá completar quatro anos em solo russo e, com mais um tempo, poderá pedir a cidadania para permanecer definitivamente no país.

O advogado de Snowden não comentou sobre nenhuma nova informação sobre o estado dele ou sobre qualquer novo “vazamento” de documentos da NSA.

Cupons de desconto TecMundo: