Em 2013, o mundo inteiro ficou paralisado com o medo da espionagem norte-americana. E um dos principais catalisadores desse processo foi Edward Snowden, ex-agente da CIA e responsável pelo vazamento de informações sigilosas do governo dos Estados Unidos. Mas é válido dizer que os dados iam muito além das fronteiras dos Estados Unidos, pois revelavam diversos fatos sobre países espalhados por todo o globo.

Isso inclui o Reino Unido. E é lá que editores do jornal The Guardian foram convidados pelo serviço de inteligência para realizarem a destruição de computadores que ainda armazenam dados criptografados de Snowden. Esse processo pode ser visto no vídeo postado no topo da notícia, que mostra os editores utilizando diversas ferramentas para acabar com qualquer chance de recuperação dos dados.

Tudo foi supervisionado pelos olhos atentos de agentes do Quartel de Comunicações Governamentais do Reino Unido — um serviço de inteligência especializado em segurança, espionagem e contraespionagem nas comunicações britânicas. As gravações foram feitas em 20 de julho de 2013, mas somente agora foram publicadas pelo The Guardian.

Cupons de desconto TecMundo: