(Fonte da imagem: Reprodução/Estadão)

Depois da revelação de que os Estados Unidos tiveram acesso a documentos eletrônicos confidenciais do governo brasileiro, a presidente Dilma Rousseff declarou que o Brasil necessitava de uma forma de barrar esse tipo de espionagem eletrônica. Agora, a presidente confirmou a criação de um sistema de proteção a emails utilizados pelo governo federal.

Em anúncio feito através de sua conta oficial no Twitter, a presidente Dilma revelou que já determinou ao Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) que implante um sistema seguro de comunicações eletrônicas, reagindo contra a espionagem.

Essa seria apenas a primeira medida para “ampliar privacidade e inviolabilidade de mensagens oficiais”.  O Serpro já trabalha com o Expresso, uma suíte de comunicação que permite o envio e recebimento de mensagens eletrônicas, assim como um sistema de conversa instantânea e videoconferência. Esse sistema serviria como base para uso por todo o governo federal, por seu criptografado no padrão de chaves públicas ICP-Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: