Se você está aqui, é bem grande a chance de você ter crescido jogando video games. E mais ainda: você deve ter curtido muito algum game que foi famoso durante a sua infância mas que, por qualquer motivo, acabou sendo esquecido em algum lugar do passado.

Pois é, nem tudo são flores até mesmo para os heróis dos video games. O tempo é cruel até mesmo com essas figuras que um dia já foram tão importantes, mas que hoje se encontram na “geladeira” ou já foram totalmente esquecidas pelas produtoras.

Nós fizemos uma pesquisa e acabamos descobrindo o paradeiro de alguns personagens. Durante o bate-papo, conversamos com várias personalidades do passado dos games e descobrimos o que eles andam fazendo ultimamente, acompanhe.

Alex Kidd

Alex Kidd nunca superou o fato de ter sido colocado de lado pela SEGA por ser considerado "muito infantil" e ter perdido o posto de mascote da empresa para o Sonic. Hoje, afastado dos games, ele anima festas infantis e, de vez em quando, "ataca de DJ".

Kidd ainda sonha com o sucesso: ele já participou diversas vezes de programas de auditório e reality shows mais obscuros, porém nunca conseguiu se dar muito bem. Como muitas personalidades que ficaram famosas durante a infância, ele adora contar sobre o sucesso do passado e não perde a oportunidade de relembrar antigos sucessos.

A mágoa que tem de Sonic é grande até hoje, e volta e meia ele acaba se metendo em confusões, principalmente porque não gosta de levar desaforo pra casa. Alex Kidd não pode ouvir o nome do ouriço azul que sai distribuindo socos e quebrando paredes para todo lado.

Bomberman

Bomberman fez muito sucesso até a geração 16-bits. Quando a sua fama começou a cair, ele até tentou trabalhar em jogos de aventura mais elaborados, mas acabou ficando difícil para ele. Sem muita saída, o herói passou a fazer bicos por aí: mineração, abertura de estradas e demolição de edifícios.

Contudo, a sua fama de ter temperamento explosivo fez com que fosse difícil que Bomberman se adaptasse a qualquer emprego que fosse, pois ele nunca tem muita paciência para lidar com situações mais complicadas e chefes esquentadinhos (além de não saber usar portas para atravessar as paredes).

Hoje, Bomberman trabalha como empreiteiro independente, mudou-se para o interior e consegue gerenciar a sua vida de forma mais calma após ter feito uma série de tratamentos. Volta e meia ele gosta de contar para os mais jovens como era no "seu tempo", quando a diversão dos jogos era mais importante que a taxa de FPS ou a resolução dos games.

Megaman X

Megaman X conseguiu o que queria: derrotou Sigma de uma vez por todas. O fim de seu arqui-inimigo acabou com os Mavericks e trouxe a paz entre os humanos e os robôs que X sempre perseguiu.

Porém, a paz também trouxe o fim dos Maverick Hunters, o grupo que lutava pela justiça. Alguns desapareceram para sempre, outros encontraram funções mais pacíficas na sociedade. Megaman X, infelizmente, não conseguiu lidar muito bem com o esquecimento.

Com o fim de seu trabalho, ele acabou ficando sem rumo dentro da sociedade e chegou a entrar em depressão, ficando isolado por um bom tempo.

Atualmente, ele tenta se recuperar e faz bicos em outros jogos. Um pouco acima do peso, ele participou recentemente de "Street Fighter X Tekken", mas não obteve o mesmo sucesso de seus tempos áureos. De acordo com a assessoria do herói, ele se encontra internado em uma clínica de reabilitação e tem alguns projetos para o futuro, mas ainda não pode comentar nada sobre eles.

Gex

Gex foi um personagem que fez muito sucesso nos anos 1990. A lagartixa do “mundo da televisão” acabou até mesmo virando o símbolo da Crystal Dynamics por algum tempo. Porém, o sucesso de Gex acabou sendo a sua própria ruína. Ele investiu quase todo o seu dinheiro na 3DO Company depois do sucesso do primeiro jogo, algo que se provou um problema, já que a companhia veio a fechar as portas.

A falência da empresa levou quase toda a fortuna do lagarto, que pensou em recuperar estrelando Gex 3, no melhor estilo “agente secreto”. O jogo foi um sucesso, mas acabou levando o herói a entrar em uma espiral autodestrutiva. O envolvimento com bebidas e jogos de azar deixou o personagem com sérios problemas, o impedindo de trabalhar em novos games por algum tempo.

Hoje ele mora em uma pequena cidade do interior do Paraná, local em que trabalha com dedetização. Gex ainda sonha em voltar aos video games: em uma recente entrevista, ele comentou que se mantém em forma e aposta que ainda vai encontrar um lugar na nova geração.

Crash Bandicoot

Crash explodiu na era do primeiro PlayStation. O jogo de aventura fez do herói muito famoso, tanto que estrelou mais dois jogos de ação e um de corrida no console da Sony. Infelizmente, Crash foi mais uma vítima de seu próprio sucesso: o estrelato subiu à cabeça, e ele acabou entrando em conflito com a Naughty Dog, mudando de produtora logo em seguida.

A partir daí, sua carreira nunca mais decolou. De lá pra cá, ele estrelou vários jogos, tanto games razoáveis quanto outros de qualidade duvidosa. Porém, o sucesso do início da carreira nunca mais retornou, e isso foi massacrando tanto a reputação quanto a moral de Crash.

Atualmente, ele diz estar trabalhando em um “novo projeto” para a nova geração, mas não descarta a possibilidade de participar de outros tipos de programas, até mesmo na TV. De acordo com o site de notícias Em Resumo, Crash Bandicoot está sendo sondado para participar da próxima edição do Reality Show “A Fazenda”.

.....

Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e no TecMundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores dos sites. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Ilustrações por: André Tachibana

Cupons de desconto TecMundo: