Tem um erro nessa imagem! (Fonte da imagem: iStock)

Segunda-feira às 6 horas da manhã... O seu despertador toca antes das 11h40 pela primeira vez em quase três meses. Aquele momento que parecia tão longe finalmente chegou e os seus olhos teimam em querer que isso seja uma grande mentira — que ainda falta um mês, uma semana, um dia, mais cinco minutinhos... Mas não! É verdade: é hora de levantar e voltar para o colégio.

Nós sabemos o quanto é difícil voltar à rotina de acordar cedo para ir estudar Matemática, Física, Geografia e todas aquelas outras matérias que são ensinadas no colégio. Mas nós também sabemos o quanto elas são essenciais para o nosso desenvolvimento cognitivo — e também para o vestibular. “Mas, Tecmundo, eu prefiro dormir até mais tarde a aprender coisas novas!”

Ok, amiguinho! Mas, ao contrário das calças dos emos, a vida não é justa! Por isso, você será obrigado a levantar da cama e ir para o colégio aproveitar a educação que lhe é dada. Por outro lado, nós temos algumas dicas bem interessantes do que você pode fazer para sobreviver às primeiras semanas da melhor forma possível. Gostou da ideia? Só não diga para seus pais que nós contamos isso!

Construa um robô de você mesmo e fique dormindo

“Você sempre quis construir um robô que fosse idêntico a você, mas nunca entendeu nada de programação e solda industrial para seres cibernéticos com características humanas? Pois hoje é seu dia de sorte! Compre agora mesmo o kit ‘Monte Você Mesmo’ que a Editora Editora está colocando nas bancas. São apenas 266 fascículos. O primeiro, com um chaveirinho e uma placa-mãe, sai por apenas R$ 29,90. Os capítulos seguintes saem por R$ 76,33.”

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Essa é a propaganda que começa a circular na televisão. A proposta é mesmo tentadora e deve fazer com que 89% dos jovens queiram comprar as edições do kit. O mais legal de tudo é que os robôs ficam exatamente com a aparência de quem o construiu. Já pensou nas diversas situações em que você poderia tirar proveito desta situação? Certamente isso facilitaria a vida do Ferris Bueller — caso não tenha entendido a referência, CORRA E ASSISTA “CURTINDO A VIDA ADOIDADO” AGORA MESMO.

Imagine a dádiva, o júbilo, a alegria sem fim... Ficar dormindo e enviar um robô no seu lugar para a escola. Com algumas rápidas modificações, você ainda poderia instalar câmeras nos olhos dele e assistir às aulas sem precisar sair da cama ou então assisti-las um pouco mais tarde. O importante é saber que você não precisaria enfrentar a árdua batalha contra as remelas matinais.

O grande problema é conseguir toda a coleção dos fascículos, uma vez que eles devem demorar cerca de cinco anos para serem completados. Sem falar que nesse tempo o kit deve passar por vários relançamentos e também um possível cancelamento nas bancas. Enfim... É melhor você ir dormir mais cedo para acordar mais disposto, mesmo!

Apps especiais para ficar em dia com o relógio

Leia o pequeno trecho da carta que recebemos de um leitor assíduo: “Caríssimos redatores do Tecmundo! Sou um fiel leitor do Erro 404 e acho que este quadro é simplesmente incrível! Gostaria de pedir para que, no início de fevereiro, caso vocês façam um artigo contando como sobreviver ao início das aulas, vocês nos informem alguns métodos de utilizar o smartphone para não morrer de exaustão ou depressão com o colégio! Obrigado!”.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Nós não poderíamos deixar um leitor tão educado na mão. Por isso reservamos uma seção inteira no Erro 404 de hoje para falar sobre isso. “Como utilizar os aplicativos de smartphone para conseguir um melhor desempenho escolar?” O primeiro passo é se lembrar de não usar o aparelho durante as aulas. É verdade! Se a professora está falando, ouça o que ela tem a dizer — ela estudou 30 anos para isso!

Depois, em casa ou no intervalo, você pode baixar diversos aplicativos que ajudam a controlar o ciclo do seu sono. Colocar uma música que você odeia como despertador também é uma ótima pedida. Isso sem falar em diversos apps que fazem bloqueios com o despertador, exigindo que sejam feitos cálculos e outros raciocínios para que o alarme pare de soar. Acha que isso é muito irritante?

Então opte por aplicativos criados para deixar você mais zen. Música indiana e sons de natureza na hora de dormir podem fazer com que você se acalme e durma tranquilo. Mas, se nada disso funcionar, você pode conferir as seleção de melhores apps que preparamos regularmente para conhecer novos joguinhos em seu portátil. Pelo menos você vai ter o que fazer enquanto espera o sono aparecer.

Como arrumar a sua mochila?

Existe um estudo coordenado pelas sete maiores universidades de todo o mundo que visa identificar possíveis motivos pelos quais os estudantes não estão com alguns materiais no colégio, quando o professor pede para que eles utilizem esses objetos. Após 15 anos de pesquisas em 60 países, ouvindo mais de 500 mil crianças e adolescentes, o grupo conseguiu chegar a uma conclusão muito interessante.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Quem responde isso para nós é o brasileiro Adão Zareta, que participa do grupo por meio da Universidade de Icarigaoka (Japão). Ele nos conta: “Depois de anos estudando, chegamos à conclusão de que 98% dos alunos não estão com os materiais no colégio porque os esqueceu em casa!”. E ele vai além: “Notamos também que quase 100% dos alunos que esquecem materiais já ouviram a piadinha ‘Só não esquece a cabeça porque tá no pescoço, né?’”.

Como você pode perceber, os bilhões de dólares investidos nas pesquisas não foram jogados fora. Agora, os pesquisadores estão testando métodos para encontrar soluções viáveis aos estudantes, para que eles nunca mais se esqueçam de nada. Diversas técnicas estão sendo testadas em simuladores de última geração e estima-se que até 2027 estes métodos já estejam disponíveis em livros especializados.

Enquanto esse novo método revolucionário não chega ao mercado, o Tecmundo possui algumas dicas que podem ser muito úteis na organização da sua mochila. Todas elas podem ser resumidas em apenas algumas palavras. Nós poderíamos dizer para você fazer a dança da chuva, plantar bananeira e mergulhar no sal grosso, mas é muito fácil apenas arrumar a mochila na noite anterior! É sério, é só isso!

.....

Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e Tecmundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Ilustrações por: Aline Sentone

Cupons de desconto TecMundo: