Por definição, um ciborgue é um organismo cibernético, que tem a composição híbrida entre peças orgânicas e mecânicas — que podem aumentar as possibilidades oferecidas pelo sistema original. Ou seja, qualquer pessoa que possua uma placa de platina nos ossos ou um marca-passo — por exemplo — pode ser considerada como um verdadeiro ciborgue. Incrível, não é mesmo?

E, no futuro, é claro que isso vai ser muito presente no mundo dos esportes, pois é lá que os humanos mais precisam ter suas funções otimizadas. Recentemente, o lutador brasileiro Anderson Silva teve ossos de sua perna quebrados durante uma luta. Será que isso aconteceria se ele tivesse mecanismos cibernéticos mais resistentes? Pois agora (depois da cirurgia) ele tem!

Mas o que mais pode ser implantado nos lutadores de MMA de todo o mundo para que tenhamos um verdadeiro torneio Ultimate Fighting Ciborgues? Nós fizemos uma rápida análise de tudo o que é possível — ou nem tanto assim — para os próximos anos. Será que você também vai querer entrar para o mundo das lutas de artes marciais mistas?

Esqueleto é a base de tudo

Assim como aconteceu com Anderson Silva, muitos lutadores sofrem fraturas por terem os ossos muito frágeis. Mas não é culpa de um atleta ou outro, afinal de contas somos seres humanos e nossos ossos são mesmo estruturas frágeis. Por essa razão, os lutadores ciborgues terão várias alterações em seus esqueletos, de modo que fiquem muito mais resistentes aos impactos.

Para começar, os ossos de diversas partes importantes do corpo — como pernas, braços, costelas e nariz — serão revestidos com ligas metálicas implantadas com o auxílio da nanotecnologia. Isso causa aumento da resistência a impactos com bastante eficiência, além de garantir mais leveza e oferecer melhor controle gravitacional — pois são equipados com microchips de orientação.

Para aumentar a velocidade dos golpes, os lutadores também ganham engrenagens aceleradoras em suas juntas. Isso faz com que o corpo humano consiga se mover com mais velocidade, o que gera mais potência nos socos e chutes desferidos. Há quem cogite a instalação de pequenas caixas de som também, assim os golpes teriam sonoplastia mais legal, como “soc”, “pum” e “paff”.

Peças biônicas

Elementos biônicos também podem ser utilizados para fazer com que o corpo humano fique muito mais preparado para as lutas. Imagine um lutador que tem um olho especial, capaz de identificar qualquer pequeno movimento, prevendo exatamente onde serão desferidos os socos do adversário. Isso, em conjunto com um microchip e um visor HUD, pode fazer com que todos sejam defendidos ou desviados.

Atual Strikeforce! Ainda sem biônicos (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Braços com estruturas mecânicas também podem fazer parte do processo. Inspirados no famoso lutador Jax, esses elementos são capazes de transformar qualquer homem franzino em um verdadeiro Evander Holyfield. Por falar nele, o que vocês acham de termos a implementação de orelhas cibernéticas revestidas com metal pesado para evitar mordidas dos adversários?

Fluidos de alta tecnologia

O sangue que corre em nossas veias e artérias é capaz de carregar uma quantidade limitada de oxigênio, por isso é comum que, após algum tempo de exercícios físicos, nós fiquemos com a sensação de exaustão — além de falta de ar e tontura, em alguns casos específicos. Por essa razão, os lutadores do Ultimate Fighting Ciborgues terão aditivos especiais no sangue, podendo carregar muito mais oxigênio.

(Fonte da imagem: ThinkStock)

Em um primeiro momento, os organizadores do evento planejam apenas colocar os aditivos em conjunto com o sangue humano, fazendo com que eles ajam em conjunto. Mas já há informações de que no futuro os cientistas especializados devem trocar a medula óssea por um modelo avançado, que já cria o sangue com maior capacidade de oxigenação e facilita o transporte do ar nos organismos.

Graças aos chips instalados nas glândulas dos atletas, até mesmo o suor deles é otimizado. Funcionando exclusivamente para a regulação térmica, as glândulas sudoríparas modificadas não permitem que nenhum nutriente seja eliminado do corpo dos lutadores. Será que as lutas do Ultimate Fighting Ciborgues vão ser mais duras do que as atuais?

.....

Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e Tecmundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Cupons de desconto TecMundo: