A tecnologia é mesmo uma maravilha. Sem ela, dificilmente faríamos as coisas que fazemos atualmente e não há dúvidas de que esse Erro 404 nem estaria sendo escrito — até porque não existiria o Tecmundo ou computadores. Mas e se a tecnologia que temos hoje pudesse viajar no tempo e chegar ao passado? Como será que os habitantes de outros tempos reagiriam?

Nós fomos até lá para descobrir — mentira, nós só estamos imaginando e fazendo ilustrações muito maneiras. Confira agora, aqui no Erro 404 desta semana, como seriam aplicadas as tecnologias do presente (e também do futuro) em alguns dos momentos históricos mais conhecidos. Certamente você vai pensar: “Mas seria muito mais fácil, não é mesmo?”.

Leonardo da Vinci: o mago da edição de imagens

Se Leonardo da Vinci já conseguia fazer trabalhos incríveis com os materiais que possuía naquela época em que viveu, imagine se ele ainda contasse com o auxílio de softwares especialmente criados para a edição de imagens. Será que La Gioconda seria mais bonita? Talvez o sorriso misterioso dela seja apenas um erro de pincelada — que poderia ter sido corrigido com um “Control + Z”.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Mais do que isso, ele também poderia aplicar muito mais qualidade gráfica em seus projetos científicos — como os modelos que desenvolveu para esboçar sistemas de eclusas e também o conceito de helicóptero que foi criado por ele. Com uma melhor apresentação, talvez ele até conseguisse arrecadar fundos com alguns mecenas — os patrocinadores dos artistas renascentistas.

Michelangelo e as impressoras 3D

Ainda no mundo das artes, temos um outro personagem que iria se beneficiar muito com a presença de itens altamente tecnológicos. Estamos falando de um dos maiores nomes de todos os tempos, o nobre e admirável Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni — mais conhecido apenas pelo seu primeiro nome. Além de pintor, ele também é famoso por suas esculturas incríveis.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Isso inclui obras como David (que levou três anos para ser concluída) e Pietá de Florença. Agora, imagine como seria mais rápido se ele pudesse deixar o formão de lado na hora de esculpir os seus projetos. Bastaria trocar as ferramentas por um bom software de modelagem tridimensional e utilizar uma impressora 3D para criar as mais perfeitas esculturas que o mundo já viu.

Mas é claro que, nesse caso, as impressoras deveriam ser as do futuro, pois as atuais ainda levariam os três anos que um artista levaria se estivesse trabalhando à mão.

Santos Dumont: inventor do OVNI

Até hoje existe uma controversa autoria à invenção dos aviões. Enquanto boa parte das pessoas atribui ao brasileiro Alberto Santos Dumont, outros dizem que foram os irmãos Wright que realizaram o primeiro projeto de aeronave. Independente disso, nós sabemos (sabemos?) que, se houvesse tecnologia do futuro naquele tempo, certamente o brasileiro levaria vantagem em alguns processos.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

E, dessa forma, os irmãos Wright poderiam construir quantos aviões julgassem necessários, pois Santos Dumont faria algo muito melhor. Visionário, ele seria o responsável pela invenção dos discos voadores. Exatamente, os primeiros discos voadores (que não seriam OVNIs, porque seriam identificados) fabricados na Terra seriam de autoria de um brasileiro.

Com isso, o Brasil se tornaria um grande polo industrial do ramo, sendo responsável pela maior cadeia de exportação de discos voadores de toda a galáxia. Uma potência econômica e política que não deixaria nenhum outro país chegar próximo da hegemonia. Uma pena não ter acontecido.

Guindastes nas pirâmides

Até hoje, milênios após a construção das pirâmides, fala-se sobre os mistérios que envolvem o erguimento daqueles blocos gigantescos sem que existisse tecnologia avançada. Agora, se os egípcios possuíssem guindastes poderosos, a história teria sido muito diferente. Em poucos dias seria possível erguer uma pirâmide inteira, com todos os mecanismos que as outras já possuem.

(Fonte da imagem: Baixaki/Tecmundo)

Todo o processo seria mais fácil e os faraós nem precisariam escravizar tantas pessoas, o que certamente resultaria em um ambiente mais harmonioso do que o que realmente era possível encontrar por lá. Outra técnica interessante seria a utilização de câmaras criogênicas para manter os faraós conservados, sem precisar de mumificações complicadas. Será que ia dar certo?

.....

Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e Tecmundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Ilustrações por: André Tachibana

Cupons de desconto TecMundo: