Fato: paulistanos (e talvez brasileiros em geral) são carentes de programações diferentes. Geralmente a coisa se resume a um cineminha, um lugar para comer, um passeio no shopping, uma corrida no parque, uma baladinha noturna, de repente um boliche ou um teatro. Ainda que São Paulo seja imensa e ofereça diversas opções de lazer, falta algo diferente em nossa rotina de entretenimento, uma experiência que fuja do trivial, que traga o “algo a mais”. Pois bem, senhoras e senhores: o Escape 60’ chegou para ficar.

Trata-se de uma casa na Vila Olímpia, em São Paulo, com uma proposta absolutamente diferente de tudo o que você já viu. Deixe de lado esses apps que fazem tudo por nós hoje em dia, esqueça quaisquer consultas no Google ou traquitanas tecnológicas. Sejam bem-vindos ao bom e velho raciocínio “natural”, que requer o uso de seus instintos puros e sua intuição para progredir.

Há cerca de três anos, surgiu na Ásia a ideia de reunir grupos de pessoas em salas temáticas para solucionar enigmas em apenas 60 minutos. O objetivo foi proporcionar uma opção de entretenimento presencial para aqueles que se interessavam por grandes desafios e que curtiam uma verdadeira experiência sensorial, estimulada pelos detalhes da ambientação – com muitos objetos e móveis –, de sons e de tudo que pudesse envolver o participante no clima proposto.

O modelo de negócio atravessou fronteiras, e muitos países da Europa, além dos Estados Unidos, abriram salas com esse tipo de atração. O sucesso foi instantâneo e se reflete na fila de espera, que em muitas cidades passa de duas semanas. Foi nesse divertido ambiente que quatro brasileiros conheceram o que poderia acrescentar uma opção muito bem-vinda ao mercado de entretenimento no Brasil. Após conhecer a atração há um ano durante uma viagem de férias com a família na capital francesa, Jeannette Galbinski, Márcio Abraham, José Roberto Szymonowicz e Karina Papautsky tiveram a ideia de abrir um negócio como este em São Paulo.

Modelo internacional, mas atrações inéditas a brasileiros

A cartilha segue o padrão internacional. No entanto, as atrações do Escape 60' em São Paulo são inéditas e foram criadas especialmente para o público brasileiro. São seis salas com mecanismos extremamente seguros e inteligentes com os seguintes temas:

  • A Joia da Coroa;
  • Corredor da Morte;
  • O Falsário;
  • O Laboratório do Dr. Mortare;
  • Operação Resgate;
  • Salvem Nossas Almas (S.O.S.).

Como funciona?

Cada jogo comporta um grupo, de quatro a 16 participantes, que deve desvendar o mistério por meio de dezenas de pistas espalhadas no cômodo e escapar em até 60 minutos. Caso contrário, as pessoas são resgatadas do local.

A porcentagem dos participantes que conseguem resolver todos os enigmas e escapar é de aproximadamente 20%, algo que mostra a dependência da tecnologia adquirida ao longo dos anos. Os números certamente devem aumentar com o decorrer do tempo. Os recordistas, aqui no Brasil, entrarão para o ranking de uma cobiçada galeria da fama que vai estimular a concorrência entre os ávidos por um bom jogo.

Para compor cada ambiente e sua riqueza de detalhes, a equipe criativa de cenografia da Ahcervo foi contratada e contou com a supervisão da sócia e arquiteta Karina Papautsky. “Ficamos muito felizes com os resultados da decoração dos espaços, que remetem de forma fiel aos temas designados para as salas. Cada peça tem seu significado e uma utilidade, e temos certeza de que nossos clientes vão se surpreender ao entrar nas salas. A ideia foi envolver e transportar os participantes para um mundo lúdico e interativo”, afirmou Karina.

Para complementar o projeto visual do Escape 60, a fachada foi grafitada pelo artista Sipros, que expõe suas habilidades pelas ruas do país desde 1997. O artista é famoso por recriar cenas tanto do cotidiano quanto inusitadas, que mostram a figura humana com detalhes. Por isso, o artista foi escolhido para representar a temática do novo entretenimento da cidade.

Empresas podem usar local para processos seletivos

O Escape 60’ não é só uma forma diferenciada de entretenimento: o projeto foi desenhado para ser utilizado por empresas para avaliar competências de funcionários, treinamentos de liderança, dinâmicas em processos de seleção e outras ações. Isso porque os jogos estimulam o trabalho em equipe, a comunicação e a resolução de problemas. Outro diferencial para atender às demandas empresariais é levar uma parte do Escape 60’ a eventos de marketing ou até adaptar as salas temáticas, com o patrocínio de empresas, para lançamentos de produtos e divulgação de marcas. Esses projetos são realizados sob encomenda e personalizados para cada cliente.

“Trouxemos nossa expertise de mais de 25 anos. Eu, como consultora de gestão empresarial em grandes organizações, e o Márcio Abraham, como engenheiro de produção e também consultor, para este braço do Escape 60. Este é um nicho ainda pouco explorado no país e que tem um potencial enorme de crescimento, já que faltam oportunidades de ações interativas para a área de recursos humanos e marketing”, explicou a sócia Jeannette Galbinski. “Escolhemos cada assunto para despertar ao máximo a curiosidade das famílias, dos grupos de amigos e das empresas”, reforçou Márcio Abraham, sócio e diretor da área de inovação.

Conheça melhor cada sala e saiba nossas impressões

Conforme mencionado, seis salas estão à disposição dos participantes. Cada uma traz temáticas e objetos diferentes, todos estrategicamente alocados e distribuídos de forma a estimular o raciocínio em grupo. Sim, os melhores puzzles de Resident Evil, Uncharted ou Tomb Raider vão ser lembrados aqui, sem falar em ícones do cinema como "Indiana Jones" ou até mesmo "Jogos Mortais" Confira:

A Joia da Coroa

A principal joia da coroa foi roubada. Você e seu grupo são da Interpol e devem resgatá-la em um banco clandestino de segurança máxima. O Sr. Bankir e seus guarda-costas estão em uma recepção na casa real e retornarão com sua equipe em 60 minutos.

Corredor da Morte

Há 12 anos você foi preso injustamente por um crime que não cometeu e agora foi condenado à pena de morte. O carcereiro Sr. Keeper retornará em uma hora e você será levado para a cadeira elétrica. Você tem que tentar escapar em 60 minutos.

O Falsário (a ser inaugurada em breve)

Em seu leito de morte, sua querida tia-avó lhe deixou uma carta dizendo que sua grande fortuna foi roubada por seu companheiro e que o quadro mais valioso de sua coleção de arte foi deixado como herança para você. O problema é que você precisa resgatá-lo no Ateliê do Sr. Faussaire. Esse homem negociou o quadro com a máfia mundial de obras de arte e retornará com os compradores em 60 minutos.

O Laboratório do Dr. Mortare (a ser inaugurada em breve)

Dr. Mortare é um cientista que desenvolveu uma fórmula letal para despejar na estação de tratamento de água. Você e sua equipe fazem parte da divisão especial antiterror e precisam descobrir onde está a fórmula para salvar a cidade. Entretanto, se não saírem da sala em 60 minutos, serão mortos por um gás letal.          

Operação Resgate

Sua prima desapareceu durante uma onda de homicídios em série que ocorrem exatamente meia-noite. Pouco antes do sumiço, ela mencionou que estava namorando um rapaz recém-chegado na cidade e que estava hospedado no Hotel Plaza. A polícia vasculhou o local e não encontrou pistas. Uma camareira, porém, informou que havia um quarto que a polícia não viu. Você e sua equipe têm 60 minutos para resgatá-la.

Salvem Nossas Almas (S.O.S.)

Você e seus amigos foram convidados para um jantar organizado por um ex-colega de classe, o excêntrico Schmock, para comemorar dez anos de formados. Ao ingressar na casa, descobrem que estão trancados e que Shmock havia morrido há um ano. Além disso, vocês encontram uma carta informando que se arrependerão pelo bullying que realizaram no passado. Você e sua equipe serão levados ao além se não saírem em 60 minutos.

Experiência imperdível

Fomos convidados a nos aventurar pela sala “A Joia da Coroa” e saímos de lá com nós na cabeça. É impressionante como percebemos, em momentos como esse, o quão dependentes estamos da tecnologia. Ao abrir mão de aplicativos ou fontes de consulta como Google, parece que nos sentimos vulneráveis, e essa exposição é justamente o tempero infalível do Escape 60’.

Aqui, é preciso interagir em equipe e jamais desistir ou ficar com “preguiça”. Antes de entrar, um colaborador do local passa as instruções e pergunta se o grupo deseja receber dicas através de alto-falantes instalados nas salas. Pedimos os toques de 20 em 20 minutos e foram todos necessários para que conseguíssemos avançar. Coisas como “nem sempre um livro é só um livro”, “a escrivaninha tem várias formas” e outras frases dão indicativos de onde os participantes podem explorar.

Ao avançar, a sensação de realização é enorme. É quando percebemos que, sim, somos capazes de raciocinar por nós mesmos, e isso desemboca em autoestima e muita, muita diversão – até porque as salas pedem um mínimo de quatro pessoas e máximo de 16, então, levar os amigos, a namorada/namorado e a família é uma opção de entretenimento que vale muito mais do que a mesmice vista por aí.

Preços e reserva

Sintetizamos as informações sobre o serviço adiante:

  • Endereço: Rua Baluarte, 18, Vila Olímpia – São Paulo, SP
  • Horário de funcionamento: diariamente, das 10h às 22h;
  • Tel.: (11) 3842-9066;
  • Idade mínima para participar: não há, mas crianças com menos de 12 anos devem estar acompanhadas de um adulto;
  • Ingressos e reservas: através do site oficial, o escape60.com.br;
  • Valores: de segunda a sexta-feira das 10h às 16h50: R$ 69 por pessoa, mínimo de quatro por sala; de segunda a sexta-feira das 17h às 22h: R$ 79 por pessoa, mínimo de quatro por sala; sábados, domingos e feriados das 10h às 22h: R$ 79 por pessoa, mínimo de quatro por sala.

Nossa equipe foi gentilmente convidada pela assessoria do Escape 60' para visitar ao local.

Cupons de desconto TecMundo: