Você já ouviu falar da animação OK K.O.!? Não precisa se culpar caso o nome não seja nem mesmo familiar, já que estamos falando de uma série do Cartoon Network que ainda nem está no ar. Apesar disso, a franquia vem ganhando uma enorme atenção do público; tudo porque, no lugar de ser apenas um desenho como qualquer outro, ele também vai contar com um game que quer simular a exata sensação do mundo da animação.

“Mas TecMundo, jogos e outras mídias baseadas em desenhos são bastante comuns”, muitos devem dizer. Sim, isso é verdade, mas não como no caso de OK K.O.!. Enquanto a maioria desses projetos são simples adaptações feitas “de qualquer jeito” para os fãs da animação, o caso de OK K.O.! segue em um trabalho conjunto entre o Cartoon Network e a Capybara Games.

Os criadores de OK K.O.! querem criar uma mistura tão maluca que não seremos capazes nem de dizer quando o game começa e o desenho acaba

No que isso muda para a experiência do público? Em muita coisa, na verdade. Basta ver o caso de Kellen Beck, redator do site Mashable que teve a chance de conferir uma prévia tanto da animação quanto do game, em meio à E3 2017. Segundo ele, a ideia dos criadores de OK K.O.! era justamente gerar essa bizarra mistura em que “você não consegue nem dizer onde o game começa e o desenho acaba”.

50% jogo, 50% desenho

A esse ponto, é claro, não devem ser poucos aqueles a se perguntarem sobre o que diabos é OK K.O.!. Mas calma, pois nós explicamos tudo. Basicamente, a série conta a história de K.O., um jovem aspirante a super-herói que deseja treinar para se tornar o melhor entre eles – o que é um desafio e tanto em um mundo cheio de pessoas com poderes especiais e supervilões tentando trazer o caos e a destruição a cada dia.

Isso se aplica em ambas as versões desse universo de maneira bastante interessante. Na animação, de nome OK K.O.! Let’s Be Heroes, K.O. deve completar uma série de tarefas (que vão de tediosas a cheias de ação) para melhorar seu relacionamento com seus aliados e suas próprias habilidades. Não é preciso muito para que os elementos de jogo fiquem óbvios.

Já no game OK K.O.! Let’s Play Heroes, o jogador, no controle de K.O., recebe uma série de missões de vários personagens, cada uma funcionando com arcos de história semelhantes àqueles vistos nos shows de TV. Resumindo: cada lado da experiência toma elementos extremamente importantes da outra mídia para trazer algo simplesmente único.

Fazer uma mistura como essas não é uma tarefa nada fácil de alcançar, é claro. Mas, como falamos antes, a colaboração entre as duas empresas se mostrou forte para o projeto: o Cartoon Network aceitou, por exemplo, disponibilizar absolutamente tudo usado na animação para a produção do game, incluindo ativos, storyboards, roteiros e afins.

Em troca, a Capybara prometeu um título que se encaixa com perfeição naquele universo, bem como novas atualizações frequentes para o jogo. Let’s Play Heroes deve ir ainda além disso, no entanto, visto que eles receberam a permissão de criar suas próprias histórias dentro daquele mundo e, dessa maneira, criar um “universo paralelo” de OK K.O.!, por assim dizer.

Ficou curioso para saber o resultado de tudo isso? Calma, é só ter um pouco de paciência. OK K.O.! Let’s Be Heroes chega em agosto, enquanto OK K.O.! Let’s Play Heroes deve ser lançado mais à frente no ano.

Cupons de desconto TecMundo: