(Fonte da imagem: PhysOrg.com)

Wonyoung Kim, estudante da Universidade de Harvard, desenvolveu um novo método capaz de reduzir substancialmente a quantidade de energia usada pelos processadores atuais. Usando um regulador de voltagem com múltiplos núcleos, ele foi capaz de aumentar a eficácia dos dispositivos, que passaram a aquecer menos e desperdiçar menos eletricidade.

O dispositivo foi criado com base no fato de que os processadores atuais são pouco eficientes na hora de diminuir seu consumo de energia. Em tarefas mais pesadas, os núcleos tendem a aumentar sua velocidade, resultando em um gasto maior. Porém, mesmo quando o usuário passa a acessar somente funções leves, demora um bom tempo até que o processador perceba isso e passe a usar menos eletricidade.

(Fonte da imagem: PhysOrg.com)A invenção de Wonyoung Kim atua justamente nessa hora, informando de forma mais eficiente aos núcleos que não é preciso mais consumir tanta energia. Isso permite o desenvolvimento de alternativas mais econômicas e que não aquecem tanto, característica que é o objetivo de qualquer fabricante de dispositivos portáteis.

Como a tecnologia trabalha dentro dos processadores, possui versatilidade suficiente para desligar somente os núcleos que não estão sendo usados. Tudo isso sem nenhum prejuízo de desempenho – o chip é capaz de aumentar ou diminuir voltagens de 1 V em menos de 20 nanossegundos, respondendo rapidamente à novas demandas de energia.

Segundo Kim, implementar o regulador de voltagem em um processador significaria um aumento de 10% nos custos de fabricação, o que seria compensado por uma economia de energia na ordem dos 20%. Embora até o momento nenhuma empresa tenha manifestado interesse pela novidade, o estudante já garantiu para si os direitos sobre a patente comercial da tecnologia.

Cupons de desconto TecMundo: