(Fonte da imagem: Project Icarus)

Um grupo de cientistas, liderado por Richard Obousy, está estudando a realização de uma missão espacial a Urano, com o objetivo de explorar um gás originário desse planeta que possui um grande potencial energético. De acordo com a pesquisa, o componente denominado Helium-3 (Hélio-3 em português) poderia impulsionar a construção de espaçonaves interestelares.

O Project Icarus, como foi batizado o estudo, necessita de um foguete equipado com um balão de ar quente para que o gás possa ser coletado. A pesquisa foi desenvolvida a partir de outro projeto, o Daedalus, que teve seu início na década de 70. Com tal fonte de energia, os cientistas planejam enviar uma sonda não tripulada para a estrela Barnard, localizada na constelação de Ophiuchus a quase seis anos-luz de distância da Terra – equivalente a 5,67 x 1016 metros.

Fonte das imagens: Project Icarus.

Como o percurso é muito longo, os combustíveis utilizados atualmente e as dimensões do motor inviabilizam tal exploração. Os pesquisadores acreditam que, com o Hélio-3, o consumo de energia será melhor aproveitado e que até 2100 já existirá uma espaçonave para realizar o percurso até a estrela.

Além de abastecer poderosos motores, esse gás teria grande utilidade para a vida em nosso planeta, pois 14 mil toneladas dele seria suficiente para alimentar todo o globo terrestre por um ano inteiro.

Cupons de desconto TecMundo: