Imagine um conjunto vertical de residências completamente autossustentáveis, misturando os apartamentos dos moradores com empreendimentos comerciais e áreas verdes. Este é o conceito da Logistic City, projeto desenvolvido pela Julien de Smedt Architects.

Desenhado para a cidade de Shenzhen, na China, o arranha-céu mistura o luxo das construções de alto padrão com a beleza e a tranquilidade proporcionada pelos bosques e florestas. A diferença fica por conta da maneira como as áreas verdes estão dispostas: dividindo o espaço com o concreto.

Além do visual futurista impressionante, o empreendimento se propõe a ser autossustentável. Ou seja, em um mesmo lugar você encontrará escritórios, lojas e residências. O prédio tem um total de 1111 metros de altura e inclui diversos elementos em sua arquitetura para o florescimento das plantas e ventilação.

Visual do Logistic City

Fonte: Julien de Smedt Architets

Outro aspecto positivo é o fato de ele usar basicamente energia solar para alimentar todas as áreas comuns aos moradores. Para manter as plantas sempre verdes, um sistema de reciclagem se apropria da água da chuva para regar e cultivar as partes naturais da construção.

O Logistic City ainda é apenas um projeto conceitual e não há previsão de sua implantação ou do início de suas obras na cidade de Shenzhen.