(Fonte da imagem: Reprodução/VentureBeat)

Desenvolvida pela empresa francesa SunPartner, uma nova célula solar transparente promete aumentar em até 20% o tempo de duração de uma bateria de íon-lítio convencional. Segundo a fabricante, o pequeno módulo é capaz de permitir que aparelhos eletrônicos fiquem em modo de espera por grandes períodos de tempo sem que uma recarga seja necessária.

O dispositivo desenvolvido pela companhia possui uma transparência de 95% em relação ao ambiente e espessura de somente 300 microns. Porém, o que se destaca realmente no produto é o fato de ele custar às fabricantes entre US$ 1 e US$ 2 para poder ser aplicado a um dispositivo, valor que se mostra bastante atrativo.

“Hoje em dia, em um smartphone, é possível compensar o uso de bateria necessário quando o aparelho não está em uso”, explica o diretor de mercados internacionais da SunPartner, Mathieu Debroca. “E conseguimos estender o tempo de vida de sua bateria em 20%”, complementa.

Aumento de eficiência

Segundo Debroca, esse incremento de capacidade tende a crescer conforme a indústria troca as células solares atuais por outras com maior eficiência energética. Atualmente, os dispositivos disponíveis no mercado conseguem transformar somente 8% da luz recebida em eletricidade — número que a empresa espera aumentar para 30% em pouco tempo.

(Fonte da imagem: Reprodução/VentureBeat)

“Pretendemos dobrar nossa eficiência no próximo ano e também no ano seguinte a ele”, declarou o executivo. “Ir de 20% a mais de bateria para 50% extra é um objetivo racional”, justifica ele. A empresa também planeja investir no segmento de eReaders, aparelhos que poderiam se tornar totalmente independentes de recargas com o auxílio de células solares.

“Atualmente, trabalhamos com os 10 maiores fabricantes de dispositivos portáteis”, afirma Debroca. “Esperamos ter acordos de licenciamento até o começo do ano que vem e trazer produtos para o mercado consumidor em algum momento de 2014”, finaliza.