Quem nunca desejou que seu smartphone fosse capaz de se recarregar sozinho? Pois bem, o fato é que o pesquisador Artur Kupczunas, co-fundador da empresa Saule Technologies, pode trazer uma resposta para isso. A solução? Imprimir painéis solares em seus smartphones para que eles carreguem durante o dia.

Revelada por Kupczunas durante a conferência EuroNanoForum, em Malta, a tecnologia, segundo ele, utiliza minúsculos cristais de perovskita. O mineral, que é barato e altamente sensível, pode ser usado para criar pequenas camadas de células solares. E o melhor: essa camada teria apenas um décimo da espessura de um fio de cabelo humano, o que significa um aumento quase imperceptível no tamanho de um eletrônico.

Feita de um material barato e mais fina do que um fio de cabelo, essa tecnologia de painéis solares pode ser usada em praticamente qualquer lugar

Uma tecnologia como essas não estaria limitada apenas a um eletrônico, é claro. Como apontado pela revista científica Phys.Org, esse método pode ser usado para transformar praticamente qualquer superfície em um painel solar – incluindo o chão e as paredes à nossa volta –, representando uma redução no custo de produção de energia solar drasticamente.

Infelizmente, Kupczunas não se aprofundou no assunto para que fosse possível imaginar quando esse projeto poderia se tornar realidade. Logo, só podemos torcer que essa tecnologia chegue ao mercado em um futuro próximo.