(Fonte da imagem: Andrew Schneider)

Pensando nos aficionados por tecnologia que não largam o iPod nem na hora de ir para a praia, o designer norte-americano Andrew Schneider desenvolveu o Solar Coterie. Basta uma observação rápida para perceber que o biquíni está longe de ser normal, já que a vestimenta conta com diversas células fotovoltaicas flexíveis capazes de armazenar energia solar.

A novidade, que está sendo vendida pela internet pelo preço de US$ 200, vem equipada com conectores USB que permitem recarregar celulares, iPods e diversos outros gadgets. Todas as peças são produzidas de forma manual, em um processo que leva cerca de 80 horas para ser finalizado.

Totalmente seguro

Ao contrário da impressão que pode ficar em um primeiro momento, o biquíni solar não representa nenhuma restrição para se entrar na água. Segundo Schneider, basta desconectar o aparelho e certificar-se de secar bem as entradas USB para evitar qualquer tipo de acidente. Isso se deve ao fato da roupa não acumular qualquer tipo de energia, transmitindo tudo que é produzido diretamente para o dispositivo conectado.

O inventor do Solar Coterie já está trabalhando em uma versão masculina do dispositivo que, até o momento, possui o nome iDrink. No entanto, em vez de ser usado para recarregar gadgets, a vestimenta servirá como uma forma de gelar latas de cerveja. Segundo o desenvolvedor, a filosofia atrás do produto pode ser resumida pela frase: “vocês têm música, cerveja, sol e um ao outro em roupas de banho – o resto está por sua conta”.