Se antes algumas empresas argumentavam que o uso de energia eólica era pouco eficiente, parece que agora elas não têm mais como usar esse argumento. O motivo? Essa fonte de energia, segundo estimativas de várias empresas da indústria, agora custa em torno de apenas € 100 por MW/h. Com isso, ela acaba de se tornar tão custo-efetiva quanto o carvão ou mesmo as energias nuclear e solar.

Não é preciso muito para imaginar o potencial que isso oferece para a existência de um mercado mais sustentável de energia renovável. É importante notar também que, mesmo para a indústria em si, as boas novas vieram como uma surpresa: a queda nos custos dessa tecnologia foi tão rápida que alcançou a marca entre três a quatro anos antes do esperado, representando uma diminuição de 27% desde 2014, segundo o site Futurism.

É claro que, apesar de tudo, ainda há uma longa distância a ser percorrida até que essa queda realmente resulte na implementação prática de ainda mais usinas eólicas. Mesmo assim, visto que a diminuição nos números vem se mostrando tão grande, as empresas só têm mais e mais motivos para investir nesse mercado.