(Fonte da imagem: Reprodução/bit.ly)

Apesar de terem praticamente revolucionado a internet, os encurtadores de links funcionam de uma maneira bem simples. Quando você pede para que um endereço tenha a quantidade de caracteres reduzida, o serviço irá criar uma nova URL que redirecionará alguém àquela página. Porém, por quanto tempo esses atalhos continuarão curtos o suficiente para valerem a pena?

Levando em consideração que são milhares de links sendo compartilhados diariamente em redes sociais, é de se imaginar que, algum dia, as combinações de letras em até seis dígitos podem acabar, o que significa que teremos de avançar um pouco mais nesse limite. É por isso que o pessoal do site MentalFloss decidiu mensurar a capacidade do principal serviço do gênero para saber se teremos que esperar muito para dar esse “salto”.

O Bitly é um dos encurtadores mais populares e suporta um link alfanumérico com até seis caracteres. Como ele diferencia maiúsculas de minúsculas, temos 62 possibilidades para cada espaço da combinação — o que resulta um total de 56.800.235.584 URLs existentes.

Com esses 56,8 bilhões de endereços, a sensação que temos é a de que poderemos ficar tranquilos por um bom tempo em relação ao tamanho dos encurtadores de links. Apesar de ser praticamente impossível calcular por quanto tempo esse valor continuará sendo o suficiente — já que não há como saber a quantidade de links gerados por dia —, está claro que não é preciso se preocupar por um bom tempo. Se isso um dia acontecer, basta colocar uma sétima letra e elevar o total para 3,5 trilhões.

Fonte: MentalFloss

Cupons de desconto TecMundo: