Tem gente nova no escritório do Tinder. Chris Payne, anteriormente executivo do eBay, foi contratado para substituir Sean Rad como CEO do aplicativo de encontros. Payne já iniciou o trabalho na companhia.

Apesar de ter deixado o cargo, Sean Rad continuará como presidente da empresa e supervisionará as decisões relacionadas ao app e ao marketing. Provavelmente, Payne foi contratado para dar uma levantada no Tinder Plus: a versão com planos pagos do aplicativo que, entre outras funções, oferece a opção de “desfazer” (um like ou deslike) tão requisitada pelos usuários.

Porém, o novo serviço parece ter afetado o Tinder negativamente. O aplicativo tem recebido muitas críticas, tanto na Google Play quanto na App Store. Muitas pessoas afirmam que o utilitário limitou o número de likes, além de estar cobrando de modo diferente usuários jovens e os com mais idade. Alguns vão mais longe, dizendo que a versão Plus arruinou o que um dia foi um grande fenômeno social. 

Cupons de desconto TecMundo: