Em entrevista ao site da revista Forbes, que trata sobre negócios e economia, Robert Hallock atacou a NVIDIA em suas afirmações, insinuando que a empresa teria propositalmente dificultado o código de Watch Dogs para que o jogo rodasse com menos eficiência em placas da AMD – o que seria uma ameaça para a “plataforma PC” como um todo, pois se estenderia a mais títulos devido ao programa GameWorks (parceria entre NVIDIA e um estúdio em troca de tecnologias).

O diretor de engenharia e desenvolvedor de tecnologias da NVIDIA, Cem Cebenoyan, respondeu ao ataque de Hallock explicando como o GameWorks funciona. Ele diz que não foi, e nunca será, a intenção da empresa propositalmente atrapalhar a concorrência e que acordos do tipo não são feitos com os desenvolvedores. Em contrapartida, Cebenoyan duvida que o mesmo seja verdade para a AMD, pois a NVIDIA já teve dificuldades em otimizar Tomb Raider, por exemplo (que teve a sua ajuda na criação).

Concorrência desleal?

Assim como a própria AMD, a NVIDIA também oferece a sua ajuda no desenvolvimento de jogos quando lhes é pedido. Diferente do que Hallock disse, Cebenoyan afirma que os estúdios não são obrigados a firmar nenhuma parceria com a empresa para que isso aconteça.

Depois de uma reunião inicial, a NVIDIA mostra o que ela tem de efeitos disponíveis em suas livrarias e, se for o caso, desenvolve algo fora do motor do jogo para sugerir o que ser adicionado com a sua tecnologia. Com isso, a ideia seria melhorar os jogos para PC de maneira geral, mas sempre focando nos clientes da empresa, obviamente.

Quem está com a razão, afinal? Você acha que essa resposta condiz com a realidade dos fatos ou foi apenas uma desculpa esfarrapada?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: