Você é daqueles a favor ou contra emojis? Pois bem, quem não gosta deles deveria pensar novamente se quiser ter um melhor relacionamento com as pessoas. Ao menos é isso o que afirma o livro “The Emoji Code”, que, segundo o jornal NBC News, mostra a importância que essas figuras ganharam para melhorar nossa comunicação.

Em resumo, Vyv Evans, o linguista britânico por trás da obra, explica que os emojis são uma “forma quase universal de comunicação”. Um bom exemplo disso são as próprias gírias: se antes cada pessoa usava sua forma de expressar risos por textos (o que se tornava ainda mais complicado quando colocávamos outros idiomas lado a lado), agora qualquer um consegue compreender a mesma ideia com um único emoji de risos.

Evoluindo as conversas digitais

O motivo para os emojis serem tão eficientes, além da conveniência de seu uso? Simples: eles trazem de volta contextos importantes que a comunicação digital acabou tirando de nós, como gestos, expressões faciais e o tom de voz. Assim, frases tendem a se tornar menos ambíguas com o uso de uma única carinha ou figura específica.

É claro que muitos, em resposta, vão reclamar das combinações de emojis como sendo “pouco mais do que um grunhido adolescente”. Evans, por outro lado, diz que eles não poderiam estar mais errados, já que uma pesquisa por ele relatou que 72% de pessoas entre 18 e 25 anos acham mais fácil expressar suas emoções com essas figuras; tanto que, no Reino Unido, 80% das pessoas afirmam utilizá-lo.

Assim, depois de toda essa explicação, deixamos a pergunta: você ainda é contra os emojis ou acha que eles podem sim ser bastante úteis para nossa comunicação? Deixe sua opinião em nossos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: