Você já se perguntou como empresas conseguem enviar propaganda para seu email de forma tão direcionada e nos horários que você normalmente costuma dar uma checada na sua caixa de entrada? Isso acontece por conta de um método chamado “pixel tracking”, em que emails são enviados para você com imagens invisíveis que acompanham códigos e links especialmente projetos para colher informações do destinatário.

Sempre que você abre um email com pixel tracking, essas imagens conseguem registrar o horário que o email foi aberto, onde isso aconteceu, quanto tempo você passou lendo a mensagem, se você clicou em alguma coisa e assim por diante. Em casos mais extremos, é possível que essas empresas saibam até mesmo o seu endereço IP e outras informações sobre o seu computador ou smartphone.

Como escapar

O único jeito de evitar esse tipo de rastreamento é não abrindo emails com pixel tracking ou bloqueando essa função. Para que você saiba com o que está lidando na sua caixa de entrada antes de abrir mensagens promocionais, um desenvolvedor chamado Sonny Tulyaganov, criou uma extensão para Google Chrome chamada UglyEmail que consegue mostrar quais emails tem e quais não têm essa tecnologia de rastreamento.

Quando você instala essa extensão no seu navegador, sempre que você abrir o Gmail, sua caixa de entrada será vasculhada pelo complemento. Assim que uma mensagem com pixel tracking é encontrada, ela é marcada com o ícone de um olho. Por enquanto, essa extensão funciona apenas no Google Chrome, mas o desenvolvedor pretende fazer algo similar para o Firefox e para o Safari.

Há ainda uma outra extensão chamada PixelBlock que, além de identificar mensagens com pixel tracking dentro da sua caixa de entrada, ainda bloqueia esse mecanismo em alguns casos. Com isso, você pode abrir os emails espiões sem ter suas informações bisbilhotadas.

Cupons de desconto TecMundo: