Um foguete Falcon 9 da SpaceX, companhia de Elon Musk, acabou explodindo nesta manhã (quinta-feira, 1º). Se você ainda não viu as fotos ou vídeos, pode clicar aqui. Quando explodiu, o Falcon 9 era preparado para carregar o satélite Amos 6, da operadora de comunicações israelita Spacom.

De acordo com especialistas da área, o satélite Amos 6 também fazia parte da Internet.org, que tem parceria com o Facebook, e custava cerca de US$ 95 milhões — são R$ 308 milhões, em conversão direta.

Quem não gostou da notícia e expressou todo o descontentamento foi o CEO da rede social, Mark Zuckerberg, comentando que ficou "profundamente decepcionado": "Enquanto estou aqui na África, estou profundamente decepcionado em escutar que a falha de lançamento da SpaceX destruiu o nosso satélite", escreveu em post. "Nosso satélite que poderia fornecer conectividade para muitos empreendedores e todas as pessoas no continente".

Zuck chateado

Zuck também aproveitou para comentar sobre outras tecnologias que "conectam pessoas", como a Aquila. Para ver o vídeo que mostra o exato momento da explosão da Falcon 9, clique aqui.

Cupons de desconto TecMundo: