A moda da economia colaborativa, que se instaurou no mercado de tecnologia através de startups, parece estar se popularizando cada vez mais entre as grandes empresas. Desta vez, quem mostrou interesse em investir nesse modelo de negócios foi a Electrolux. Em entrevista à Folha de São Paulo, Jonas Samuelson, presidente da companhia para o Brasil, deu indícios de que a marca está planejando lançar uma espécie de “Uber de lavanderias”.

“Tivemos algumas ideias divertidas e estamos testando. Por exemplo: e se as pessoas compartilhassem suas máquinas de lavar que não estão sendo usadas?”, questionou o executivo. A ideia seria criar um sistema no qual os usuários poderiam alugar seus equipamentos da Electrolux para fazer a higienização das vestimentas alheias para terceiros, trazendo lucro para si mesmo e para a companhia, que não anda muito bem das pernas.

Embora os planos pareçam interessanes, o próprio Jonas concorda que a ideia enfrenta algumas barreiras que precisam ser ultrapassadas com cautela. “Existem uma série de complexidades, como o que vai acontecer se as roupas estragarem no processo”, explicou. Além disso, venhamos e convenhamos: você ia mesmo gostar de ficar lavando cuecas alheias para ganhar uns trocados no seu tempo livre?

Cupons de desconto TecMundo: