A Google liderou na última semana uma rodada de investimentos na plataforma Duolingo, que mantém apps mobile para ensinar idiomas. O Duolingo é a ferramenta de educação mais baixada do mundo atualmente, com cerca de 100 milhões de usuários ativos no Android e no iOS e WP. A “Google Capital” e outras investidoras aplicaram um total de US$ 45 milhões no app, cerca de R$ 139 milhões.

“O Duolingo está mudando a maneira como se aprende idiomas no mundo com sua plataforma completamente móvel, adaptativa e gamificada”, disse Laela Sturdy, investidora do Google Capital. “Ficamos impressionadíssimos com o crescimento e com as estatísticas do Duolingo, e estamos muito animados em fazer uma parceria com uma empresa que está construindo o futuro da educação”, explicou ela.

O Duolingo atribui o seu sucesso atual ao fato de ser uma ferramenta diferente do que normalmente se vê em outros cursos online. Em vez de produzir vídeos com professores discorrendo sobre o assunto da aula, o app cria uma interface em que o usuário precisa se envolver para compreender o assunto. Somente vídeos deixariam o aprendizado muito passivo, e acabam gerando maus resultados.

O Duolingo já recebeu várias rodadas de investimento, incluindo uma “Série A” de US$3.3 milhões liderada pela Union Square Ventures em 2011, uma “Série B” de US$15 milhões liderada pela NEA em 2012 e uma “Série C” liderada por Kleiner Perkins Caufield & Byers. Outros investidores incluem o ator Ashton Kutcher e o autor Tim Ferriss.

Cupons de desconto TecMundo: