Pesquisadores de Stanford e da Adobe estão desenvolvendo um algoritmo capaz de realizar cortes e edições praticamente perfeitas

Quem tem um mínimo contato com a produção de vídeos – independentemente da natureza do registro – sabe que editar tudo o que foi filmado precisa ser devidamente editado para termos um resultado satisfatório e que essa atividade dá um trabalho danado para quem for o responsável pela escolha das cenas e a montagem final de todas elas.

Tentando evitar o trabalho exagerado que a edição dá, pesquisadores de Stanford e da Adobe estão desenvolvendo um algoritmo capaz de realizar cortes e edições praticamente perfeitas em cenas de diálogo, aqueles trechos clássicos de filmes onde dois personagens conversam e suas imagens vão sendo revezadas na tela.

Rápido e inteligente

O que mais impressiona é que esse tipo de edição exige um alto grau de criatividade e senso artístico, para não dizer bastante habilidade do editor, e isso a inteligência artificial do software faz com as mãos nas costas. Você pode, inclusive, dar certas diretrizes para o programa para que ele altere a montagem, como dar mais foco a um dos atores, mostrar mais planos abertos etc.

Por enquanto, o sistema de edição autônoma só funciona com cenas de diálogos

Por enquanto, o sistema de edição autônoma só funciona com cenas de diálogos, mas em breve deve também ser aperfeiçoada para outros tipos de filmagem. Confirma no vídeo como o software funciona montando uma cena de diálogo com rapidez e praticidade:

Cupons de desconto TecMundo: