Para quem achava que a indústria do cinema era imbatível no departamento de malabarismos marqueteiros, é melhor olhar novamente. Afinal, os livros também podem embarcar nessa... Mesmo que se trate de uma manobra “suicida”, como é o caso do novo livro do escritor de suspense James Petterson.

Intitulada “Private Vegas”, a obra será inicialmente distribuída em 1 mil cópias digitais gratuitas que se autodestroem após 24 horas — deletando-se do seu dispositivo de leitura, portanto.

Mas a coisa fica ainda mais excêntrica: um leitor sortudo (vá lá) de Patterson terá a oportunidade de ler uma versão em brochura, ao preço de US$ 294,038 de Private Vegas que igualmente deve se destruir após 24 horas — há um contador na parte superior que não deixa dúvida! Ademais, a aquisição da cópia física ainda garante uma viagem, a fim de encontrar o autor para um jantar (em que, acredita-se, nada seja autodestrutível).

“Eu buscava algo incomum”

Justiça seja feita, a ideia de um livro autodestrutível não partiu de Patterson. Em vez disso, o autor buscou o pessoal da agência de publicidade Mother, com a franca intenção de tentar algo atípico. “A publicação de livros, em minha opinião, precisa sair por aí e competir com todo o restante do mundo [do entretenimento] — filmes, televisão etc.”, disse ele ao site Mashable.

Ele continua: “Simplesmente me pareceu que eu estava em posição de tentar algo assim. Então eu fui até uma pequena agência de propagandas e disse: ‘Vamos fazer algo que seja  relevante em relação ao meu trabalho, que seja incomum, que possa chamar a atenção para o livro — para este livro em particular”.

Uma reação ao declínio das livrarias tradicionais

Para Patterson, uma abordagem de marketing criativa deve ser a resposta natural ao relativo declínio das livrarias tradicionais. “As pessoas simplesmente não perambulam mais pelos locais dizendo, ‘Olhe só todos esses livros!’. O número de livros sendo analisados é limitado hoje.” No que se refere exclusivamente à faculdade autodestrutiva das versões limitadas de “Private Vegas”, entretanto, Patterson apenas se fez a pergunta: “Por que não?”.

Seja como for, a proposta bastante incomum deve soar particularmente estranha para os leitores mais lentos. Entretanto, não há problema. Caso esse seja o seu caso, basta esperar pela versão mais tradicional de “Private Vegas”, a ser lançada em brochura (durável) no dia 26 de janeiro.

Cupons de desconto TecMundo: