O registro de uma das provas da Copa do Mundo de Esqui Alpino 2015 quase resultou em tragédia ontem (22). Marcel Hirscher, tetracampeão do mundo, escapou por pouco de ser atingido por um drone que, por não ter suportado o peso de uma câmera, despencou do céu. Diante do ocorrido, a Federação Internacional de Esqui decidiu então banir o uso de drones para a filmagem do campeonato, que é realizado na Itália.

De acordo com a Infront, agência de comunicação responsável por controlar a aeronave, “as circunstâncias do acidente já estão sendo investigadas”. O esquiador profissional, que parece não ter notado a queda da máquina durante sua performance, disse que complicações graves podem ocorrer por conta de acidentes assim. “Isso é horrível e não pode acontecer nunca mais”, comentou Hirscher. “Tráfego pesado pelos céus da Itália”, comentou o atleta em seu Instagram.

O uso de drones para filmagem dos mais diversos tipos de eventos se tornou tão comum quanto o registro de acidentes relacionados à queda dos acessórios voadores. Em setembro, na Califórnia (EUA), um drone caiu e atingiu uma menina de 1 ano enquanto fazia filmagens para um filme. Em janeiro, um funcionário embriagado da Agência Nacional de Inteligência Geoespacial perdeu o controle de um drone e o fez cair justamente nos jardins da Casa Branca.

...

O uso de drones para filmagens deveria ser regulamentado e permitido apenas mediante algum tipo de "habilitação"? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: