Na semana passada, a Polícia Civil do Estado do Ceará prendeu um grupo de criminosos que assaltava bancos nos municípios de Caucaia, Maracanaú e São Gonçalo do Amarante. Além de utilizarem “chupa cabras” – equipamentos instalados em caixas eletrônicos para clonar cartões – para roubar dinheiro, os bandidos tinham um drone para recolher informações sem levantar suspeitas.

A organização realizava ações do tipo “sapatinho”, no qual um funcionário-chave do banco – ou seja, responsável pelo cofre ou outra função importante – é perseguido, chantageado e ameaçado para agir de acordo com orientaçõse dos assaltantes. O veículo aéreo era utilizado para seguir os trabalhadores e levantar dados das rotinas deles.

Você acha que no futuro os drones serão uma ferramenta para o crime? Comente no Fórum do TecMundo

Ao todo, quatro pessoas foram presas, incluindo o funcionário do Banco do Brasil Antônio David, que repassava informações para a quadrilha de dentro do estabelecimento.

Cupons de desconto TecMundo: