Quem tem acompanhado a evolução dos drones nos últimos tempos definitivamente já deve ter visto o potencial desses robôs para a filmagem das mais variadas cenas – e talvez até mesmo para a captura de gravações dignas de Hollywood. Pois bem, saiba que James Cameron também pensa assim, ao ponto de querer ajudar a tornar esses aparelhos ainda melhores para a utilização nas produções do cinema.

Para tal, o famoso diretor de Avatar e Titanic está apoiando o C-PRIZE UAV, um concurso que tem como objetivo o desenvolvimento de um drone que possa ser mais eficiente do que qualquer outro, na hora de fazer gravações e filmagens.

“Eu sou um grande fã de novas tecnologias”, começou Cameron. “Eu estou começando a realmente gostar de drones como uma plataforma de câmera. Quaisquer melhorias que possam ser feitas para tornar eles mais estáveis e quietos permitiriam a eles serem usados para uma maior variedade de filmagens de nível mundial”, continuou.

Os interessados em participar do concurso têm até o dia 4 de julho para se inscrever. Mas, infelizmente, ele só está aberto para os moradores da Nova Zelândia. É uma pena, pois os prêmios são bastante promissores: o primeiro colocado, por exemplo, receberá nada menos do que 50 mil dólares da Nova Zelândia (aproximadamente 112 mil reais), além de uma enorme exposição no mercado de drones.