Em tempos em que drones se tornam cada vez mais populares, é de se esperar que algumas situações inusitadas aconteçam. O inglês Nigel Wilson, de 43 anos, foi intimado a comparecer na Corte de Magistrados de Westminster em 16 de abril devido a diversas filmagens que realizou em jogos de futebol da Premier League na Inglaterra.

Estádios como o Anfield do Liverpool, o Emirates do Arsenal e o Etihad Stadium do Manchester City foram filmados durante os jogos. Além disso, o robô também sobrevoou áreas particulares de Westminster e do Memorial da Rainha Vitória – logo ao lado da residência da rainha da Inglaterra. Hoje, a Polícia Metropolitana confirmou que Nigel Wilson foi preso por ter feito essas gravações sem autorização das autoridades locais.

No total, 17 casos de filmagens foram listados e Wilson deverá responder por todos eles. A polícia o acusou de ter violado a Ordem de Navegação Aérea de 2009 – legislação recente que proibiu voos de drones em oito parques reais de Londres. Além disso, os pilotos são obrigados a estar a menos de 400 metros verticais e a 500 metros horizontais do robô, algo que claramente não ocorreu nos vídeos de Wilson.

Como se não bastasse, também não é permitido que drones sobrevoem áreas que hospedem eventos com um público maior do que mil pessoas (e alguns estádios filmados por ele tinham quase 60 mil pessoas). Veja abaixo um dos vídeos de Nigel Wilson:

Para melhorar a legislação do uso de drones em áreas metropolitanas, novos debates já começaram a ser feitos pelos políticos ingleses sobre as normas do uso de robôs em todo o Reino Unido. Por exemplo, é bastante provável que os donos de drones devam fazer cadastros para serem identificados com maior facilidade, além de também terem que pedir autorização para fazer as filmagens em perímetros urbanos.

Cupons de desconto TecMundo: