Uma rede de restaurantes de Singapura está testando drones para fazer a entrega de pratos e bebidas para a mesa dos clientes. Quem está cuidando da tecnologia é a Infinium Robotics, que desenvolveu as máquinas e o sistema de controle centralizado e automático.

A introdução do sistema foi feita em função da falta de mão de obra no país, diz Edward Chia, administrador geral do grupo Timbre, que possui uma rede de restaurante e bares com músicas ao vivo. A franquia, aliás, foi uma das primeiras a colocar iPads na mesa para agilizar os pedidos.

"Percebemos que estávamos gastando muito tempo entregando comida da cozinha para as mesas. Esse era o gargalo que afetava a experiência do cliente", conta Chia ao IBT. O sistema da Infinium permite que o operador controle vários drones ao mesmo tempo, já que possuem um algoritmo anticolisão.

Automação

Com as máquinas, Chia calcula que a produtividade vai aumentar em 25% e que os garçons humanos vão poder se concentrar no atendimento. "Com os drones lidando com as tarefas de baixo nível, podemos dar aos funcionários mais treinamento. Eles podem ser remanejados para serem bartenders ou candidatos a chefs, ou serem treinados para fazer vendas cruzadas ou reter clientes", explica.

O intuito não é eliminar postos de trabalho, mas dar aos funcionários a oportunidade de subir na carreira, garante o executivo. A previsão para adotar os drones permanentemente é para o último trimestre de 2015. Será que a moda também pega por aqui?

Cupons de desconto TecMundo: