Em várias partes do mundo, principalmente nos Estados Unidos, existem locais em que drones não conseguem voar. Isso porque existe uma trava delimitada pela fabricante, então o usuário, mesmo que queira, não consegue levar o drone até essa área delimitada. Porém, uma empresa russa chamada Coptersafe quer mudar isso.

Cada modificação é vendida por um preço de US$ 350

Por meio de um software instalado no drone, especificamente nos DJI, agora usuários podem voar nestas zonas proibidas. O software altera os limites impostos pela fabricante ao "confundir" o GPS dentro do drone. Por exemplo, é possível não só entrar nas áreas proibidas, mas também voar acima do limite estabelecido de 500 pés de altura.

Segundo o Motherboard, cada modificação é vendida pela Coptersafe por um preço de US$ 350, cerca de R$ 1,1 mil. Após a compra, o cliente pode receber tanto circuitos físicos modificados quando mods de software para download via internet.

De acordo com um porta-voz da Coptersafe, o travamento via geolocalização é sim muito importente. Contudo, "ele acredita que as restrições impostas pela DJI não estão de acordo com as leis de inúmeros locais".

Cupons de desconto TecMundo: