Parece que as coisas não andam fáceis para ninguém. Mesmo tendo comercializado por meio de pré-venda cerca de 60 mil unidades de seu drone inteligente, arrecadando em torno de US$ 34 milhões – ou R$ 107,5 milhões –, a Lily Robotics anunciou hoje que vai encerrar gradualmente suas atividades e reembolsar todos os pedidos já feitos durante os próximos 60 dias.

O montante de dinheiro que sobrou na empresa será utilizado para os reembolsos de quem já pagou pelo dispositivo

Segundo uma nota publicada pelos cofundadores da empresa Antoine Balaresque e Henry Bradlow, problemas no financiamento da produção impediram o lançamento a tempo dos primeiros dispositivos, o que, por consequência, atrasou todo o cronograma de entrega. Para piorar, o mau planejamento fez o dinheiro acabar, e assim todo o projeto foi por água abaixo.

Ao que tudo indica, os drones já estavam prontos para serem feitos, após diversos testes positivos. O problema foi o alto custo de pesquisa e desenvolvimento que esgotou os cofres da Lily Robotics e não sobrou quase nada para a produção em si. O montante de dinheiro que sobrou na empresa será utilizado para os reembolsos de quem já pagou pelo dispositivo e ficou a ver navios.

Cupons de desconto TecMundo: