Membros do Estado Islâmico estão empregando uma nova arma nas guerras do Iraque: drones explosivos. De acordo com o jornal francês Le Monde, dois soldados curdos morreram e dois integranças das tropas especiais da França ficaram feridos após um incidente com esse tipo de equipamento. O períodico afirma que o VANT foi avistado e derrubado no campo de batalha, e, posteriormente, levado para o acampamento curdo onde seria desmontado para análises.

Porém, ao ser aberto, o drone simplesmente explodiu, fazendo duas vítimas fatais e ferindo outros dois guerrilheiros. O mais interessante é que as testemunhas afirmam que se tratava de um modelo comercial adaptado, e não um veículo projetado especialmente para fins militares. Vale observar que o ISIS já utilizou drones anteriormente em suas batalhas no Iraque, mas apenas para espionagem e reconhecimento de área.

Já de acordo com o The New York Times, os radicais islâmicos já tentaram utiliar VANTs explosivos ao menos duas outras vezes, mas sem sucesso — esta teria sido a primeira ocasião com vítimas fatais. Os comandantes iraquianos emitiram um alerta para que, a partir de agora, todo e qualquer dispositivo operado remotamente que seja avistado no campo de batalha seja tratado como um objeto explosivo em potencial.

Cupons de desconto TecMundo: