Bateu a fome? Aquela larica monstruosa após o boteco na sexta-feira com os amigos? Sexta-feira, aliás, que é o dia universal da pizza (não oficial, é claro)? Os moradores da Nova Zelândia podem comemorar, pois a entrega das redondas não precisa enfrentar trânsito: a famosa rede de pizzarias Domino's está testando o envio das encomendas por meio de drones.

Tudo ainda está em fase de testes, como você pode conferir no vídeo acima. Por enquanto, só os sortudos do país da Oceania têm acesso a essa opção. O projeto nasce de uma parceria entre a Domino’s e a Flirtey, uma startup que trabalha com drones voltados a serviços de entrega. Esses serviços, aliás, já não são novidade em nações do Primeiro Mundo – um tempo atrás, por exemplo, a Amazon testou essa funcionalidade nos EUA.

É claro que nem todos os pedidos serão entregues por meio dos robôs voadores da Domino’s. A ideia da empresa é testar essa alternativa junto a uma escolta por carro ou scooter, pelo menos num primeiro momento. Poucos itens do menu são elegíveis para o delivery via drone. Além disso, ele só será utilizado se for efetivamente mais rápido do que as entregas tradicionais por transporte terrestre.

“Com o aumento do número de pedidos que temos a cada ano, estamos à frente de um desafio de garantir que nossos tempos de entrega continuem a cair e queremos poder oferecer aos nossos clientes novas e modernas maneiras de fazer pedidos”, endossou Don Meij, diretor-geral do grupo Domino’s.

Pizza chegandooooooo!

Outros países já estão na mira, mas longe do Brasil

Se os planos correrem de acordo com o que a Domino’s prevê, o método pode ser estendido a outros seis mercados: Austrália, Bélgica, França, Noruega, Japão e Alemanha. Só países de Primeiro Mundo, nem sinal de América Latina...

O que você achou disso? Pizzinha quentinha e rápida sempre funciona. Opine na seção destinada aos comentários, logo adiante.

Cupons de desconto TecMundo: