Criado pela empresa chinesa Zero Zero Robotics, o Hover Camera pretende se destacar na área de drones equipados com câmeras que seguem o usuário. Com um design compacto e dobrável que cabe na mochila, o drone ainda é encoberto por uma grade que protege a pessoa do contato com as hélices durante o voo.

Pesando somente 238 gramas, o dispositivo funciona com um processador SoC Snapdragon 801 responsável por rodar o algoritmo Zero Zero, que permite seguir o usuário através do reconhecimento facial e corporal. O drone também pode ser controlado manualmente através do smartphone.

Para completar o pacote, o Hover Camera possui uma câmera de 13 megapixels de resolução e filma em 4K, utilizando até 32 GB de espaço interno acessados por meio de um computador com USB 3.0. Além disso, há suporte para streaming em tempo real de vídeos em 720p em panoramas de 360 graus.

Hover Camera

Que perfeito! Mas qual é a pegadinha?

Por mais que a proposta do drone seja muito legal, com um funcionamento prático e recursos de qualidade, tudo vai por água abaixo quando vemos que o aparelho só é capaz de voar durante 8 minutos. Este aspecto fica ainda pior quando se revela o preço do produto, que deve custar cerca de US$ 600, aproximadamente R$ 2.117 sem frete ou impostos.

O Hover Camera tem previsão de lançamento para meados de julho nos EUA. Como alternativa, apesar de ser mais caro (R$ 3 mil), temos o drone Lily, que está em pré-venda e possui autonomia de voo de 20 minutos.

Qual é sua opinião sobre os drones fotógrafos que seguem os usuários? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: