iPhone SE (2022) vs. iPhone 11: qual celular da Apple escolher?

3 min de leitura
Imagem de: iPhone SE (2022) vs. iPhone 11: qual celular da Apple escolher?
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple anunciou recentemente a terceira geração do iPhone SE, smartphone com proporções compactas e preço mais acessível. Porém, a chegada desse modelo pode gerar dúvidas com relação aos outros aparelhos da marca, especialmente aqueles que possuem especificações parecidas.

Um bom exemplo é o iPhone 11, modelo lançado há quase três anos, mas que está sendo comparado ao iPhone SE porque ambos custam menos do que US$ 450 – ou R$ 5.000 no Brasil.

Mas afinal, qual desses smartphones oferece o melhor conjunto de características em relação ao preço cobrado?

Design e construção

Os aparelhos possuem tamanhos e características físicas bem distintas.Os aparelhos possuem tamanhos e características físicas bem distintas.Fonte:  CNET 

O iPhone SE foi apresentado mantendo o visual do iPhone 8, da mesma forma que o seu antecessor. Isso significa que temos um aparelho realmente compacto, com uma tela de 4,7 polegadas e dimensões que realmente facilitam o manuseio com uma mão.

Entretanto, há quem possa argumentar que esse design está “datado”. Isso se dá especialmente porque os novos aparelhos da Apple trazem uma organização diferente para as câmeras na parte traseira que praticamente distinguem os smartphones da marca de outros modelos – e sabemos o quanto isso pode ser importante para alguns.

Já o iPhone 11, com sua tela de 6,1 polegadas, é maior e pode não agradar quem buscam um aparelho realmente compacto. Contudo, o modelo ostenta o design mais moderno que a Apple tem imprimido em seus lançamentos.

Tela e autenticação

A diferença no tamanho de tela já foi explorada no tópico acima – 4,7 polegadas (iPhone SE) e 6,1 polegadas (iPhone 11) –, mas existe também uma diferença na resolução. O modelo mais recente conta com um display de 1334x750 pixels e bordas mais grossas, especialmente na parte superior e inferior.

Já o iPhone 11 tem uma tela com resolução maior – 1792x828 pixels –, o que proporciona mais qualidade. O modelo também tem bordas bem finas e o controverso recorte (ou notch) para abrigar a câmera frontal e os sensores.

Como resultado do formato de tela de ambos, temos dois sistemas diferentes de autenticação para cada aparelho. O iPhone SE traz de volta o TouchID, permitindo o acesso ao celular por meio da digital. Já o iPhone 11 mantém o FaceID como método de desbloqueio do dispositivo.

Hardware e software

O iPhone SE conta com o novo chip A5 Bionic.O iPhone SE conta com o novo chip A5 Bionic.Fonte:  Apple 

Por ter sido lançado em 2019, o iPhone 11 traz o chip A13 Bionic como unidade de processamento. À época do lançamento, esse era o modelo mais avançado da Apple, mas essa versão foi superada pelo A15 Bionic que equipa o iPhone SE de 2022.

Isso significa que o aparelho mais compacto possui uma clara vantagem no que diz respeito ao desempenho, tanto gráfico como para tarefas do dia a dia.

Porém, vale destacar que ambos são smartphones avançadíssimos e que certamente são capazes de atender as necessidades de qualquer tipo de usuário no que diz respeito à performance. Também é provável que os dois continuem sendo atualizados por muitos anos pela Apple, o que garante uma sobrevida ainda maior para eles.

Câmeras

Neste departamento, o iPhone 11 leva vantagens por trazer um conjunto duplo de câmeras na parte traseira – uma principal de 12 MP e uma ultrawide também de 12 MP – capaz de capturar fotos com maior qualidade que o iPhone SE de 2022. O destaque vai para o modo de capturas noturnas, algo que estranhamente não está presente no modelo mais recente com o chip A15 Bionic.

O smartphone mais compacto também tem uma câmera de selfie com menor resolução – 7 MP contra 12 MP –, o que não é um indicativo direto de qualidade, mas mostra uma maior preocupação de entregar fotos melhores no iPhone 11.

Qual escolher?

Um diferencial importante do iPhone SE que ainda não foi mencionado é o fato de ele trazer suporte ao 5G. Essa característica, aliada ao fato de que o modelo traz um chip mais recente, tornam o aparelho a escolha de quem quer se manter mais protegido das mudanças que em breve devem chegar no mercado de dispositivos móveis.

Porém, se você não se imagina usando um smartphone com essas dimensões novamente, o iPhone SE não é uma boa escolha, aumentando as chances de que o iPhone 11 seja o seu próximo smartphone. Embora não seja tão recente, esse com certeza ainda é um excelente aparelho e certamente vai agradar o fã da marca que o escolher.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.

Fontes