Brasil tem o iPhone 13 mais caro do mundo, revela pesquisa

1 min de leitura
Imagem de: Brasil tem o iPhone 13 mais caro do mundo, revela pesquisa
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Anunciado nesta última terça-feira (14), o iPhone 13 mal estreou no mercado internacional e já enfrenta sua primeira polêmica — uma regionalizada, pelo menos. Desta vez, a nova controvérsia se trata da variação nos preços da linha em diversos países, em especial o Brasil, que possui novamente  os valores mais altos em uma lista com 40 "concorrentes".

A pesquisa, realizada pelo site Nukeni e divulgada pelo 9to5Mac, revelou que o Brasil possui o preço mais alto em praticamente todos os modelos da linha, com exceção de algumas variantes com uma quantidade específica de armazenamento, como o iPhone 13 mini de 128 GB ou iPhone 13 Pro Max, de 128 GB e 256 GB. Nestes casos, o "último lugar" fica com a Turquia, mas por uma pequena margem.

Tomando como referência os modelos de entrada e alto desempenho, ambos com 128 GB de armazenamento, é possível verificar na prática a discrepância entre os preços. Enquanto o iPhone 13 mini é vendido por R$ 3.828 nos Estados Unidos, seu preço no Brasil chega a R$6.599. Seguindo a mesma tendência, o iPhone 13 Pro Max é comercializado por R$ 5.771 no mercado norte-americano e será distribuído por R$ 10.499 para os brasileiros — um aumento de 72% e 81%, respectivamente.

Comparativo de preços entre os últimos modelos de iPhone, no site da Apple no Brasil. (Fonte: Apple / Reprodução)Comparativo de preços entre os últimos modelos de iPhone, no site da Apple no Brasil. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

O problema fica ainda mais evidente se comparado ao salário mínimo de cada país. Considerando a média de remuneração mínima de R$ 6.095 dos Estados Unidos, o modelo mais básico do iPhone 13 poderia ser adquirido com pouco mais de meio pagamento mensal. No Brasil, em contraste, seriam necessários pelo menos seis salários mínimos na íntegra, desconsiderando os juros de parcelamento, para realizar a compra do mesmo modelo.

Embora a Apple não tenha se pronunciado sobre a diferença nos preços de seus produtos no Brasil, é possível supor que parte do aumento seja influenciado pelos altos impostos nacionais — que também afetam outros setores da tecnologia.

Enquanto a linha iPhone 13 chegou com preços estratosféricos no Brasil, a Apple resolveu reduzir os valores das linhas anteriores da série no país. Confira os novos preços dos iPhones antigos.